Valentine Cirano

0
869
  1. Fale-nos um pouco de você.

É difícil falar de nós mesmos. Talvez não pareça, mas sou um pouco tímida. O que posso dizer de mim é que sou uma pessoa muito simples, procuro viver a vida com simplicidade, amo minha família, meus parentes e amigos, a natureza e os animais. Gosto de lutar pelas boas causas e de ajudar as pessoas. Adoro viajar, praia, culinária japonesa e escrever. Estar com as pessoas que amo é a coisa mais importante para mim e não trocaria isso por coisa alguma. Escrever é também algo que gosto muito de fazer e gostaria de ter mais tempo de poder me dedicar integralmente a isso. Sou professora de inglês, estudo história porque um dos meus sonhos desde pequena era de tornar-me uma arqueóloga. Vivi nos EUA por cinco anos e essa foi uma das maiores experiências que tive na minha vida, pois a primeira e melhor experiência foi ter me tornado mãe de duas lindas e preciosas filhas.

  1. O que vc fazia/faz além de escrever? De onde veio a inspiração para a escrita? 

Como falei, sou professora de inglês e estudo história, que também é uma das minhas paixões. Divido meu tempo entre as aulas, família, carreira de escritora e vida de estudante. Não é fácil, mas adoro tudo o que faço. A inspiração para a escrita é algo inexplicável. Já tentei decifrar esse “enigma”, (rsrs) mas é algo que está lá dentro do íntimo do escritor, como se fosse um mundo paralelo, como se o escritor vivesse duas ou três vidas ao mesmo tempo. Às vezes a inspiração vem de uma maneira sutil ou às vezes vem como um raio. Depende do momento.

  1. Qual a melhor coisa em escrever?

Para mim a melhor coisa em escrever é poder colocar meu mundo no papel, tudo o que está dentro da minha cabeça.   Às vezes parece que eu vivo um mundo imaginário, um mundo que só eu conheço e só eu sei onde é. Gosto de viver esse mundo de fantasia para sair um pouco da realidade desse mundo.

  1. Você tem um cantinho especial para escrever?

Tenho um pequeno escritório em minha casa e é aqui que eu desenvolvo minhas histórias. Gosto de silêncio quando escrevo, senão eu perco a concentração e não consigo desenvolver uma boa narrativa.

  1. Qual seu gênero literário? Já tentou passear em outros gêneros?

Já escrevi e escrevo de tudo. Tenho oito livros publicados e já escrevi romance, suspense, autoajuda, crônicas, infantil e agora estou com escrevendo para o público jovem.  Na verdade posso dizer que adoro esse segmento e estou adorando escrever o gênero fantasia/literatura fantástica. Adoro dragões, mitologia, magia e também aventura. Acho que os jovens também curtem esse gênero, pois eu tenho visto a garotada comprar muitos livros de literatura fantástica.

  1. Fale-nos um pouco sobre seus livros. Onde encontra inspiração para título e nomes dos personagens?

Os nomes dos personagens às vezes são nomes de pessoas conhecidas ou parentes, como no caso do livro Átina Blake, o nome Átina é da minha sobrinha caçula. O personagem Marcinho, da série Planeta Água e Planeta Verde é o nome do meu primo, mas às vezes alguns nomes apenas surgem na minha cabeça, outros eu pesquiso um nome de uma pessoa de um determinado país, (quando o personagem é estrangeiro) ou apenas nomes que aprecio.  Como eu tenho oito livros ficaria um pouco longo escrever um pouco sobre eles, por isso eu convido o leitor a conhecer meu site e blog (www.valentinecirano.blogspot.com ou www.valentinecirano.com) para poder saber mais sobre o meu trabalho. O que eu posso dizer é que eu tenho livros para todos os gostos desde infantil até autoajuda. O livro que mais gostei de ter escrito e é o livro que mais tem feito sucesso nesses últimos tempos é o livro Átina Blake e o Império de Cronos, que é uma super aventura no mundo da mitologia grega, onda Átina Blake, a filha de Zeus, é a única esperança de salvar o Olimpo e o mundo de uma grande catástrofe, pois Zeus foi traído por seu invejoso irmão Hades (que se uniu ao titã Cronos – que também era seu pai) para roubar os poderes de Zeus e expulsá-lo de vez do Olimpo. Com isso o mundo correria grande perigo, pois catástrofes aconteceriam e também os monstros do submundo de Hades iriam invadir a terra e espalhariam terror aos quatro cantos do planeta. Átina e seus amigos semideuses terão que enfrentar os poderes unidos de Hades e Cronos no submundo de Hades e terão que enfrentar a fúria das criaturas do submundo, como ciclopes, a Medusa, dragões e outros monstros. É simplesmente uma aventura emocionante e cheia de magia e fantasia. Vale a pena conferir.

  1. Qual tipo de pesquisa você faz para criar o “universo” do livro?

Pesquiso muitas fontes. Dependendo do tema eu leio muitos livros e artigos. No entanto não posso usar muito uma linguagem técnica, porque senão a narrativa fica muito entediante. Tudo tem que ter uma dose certa, mas pesquisar sobre o tema é fundamental para não correr o risco de escrever inverdades.

  1. Você se inspira em algum autor ou livros para escrever?

Aprecio muitos escritores, mas não tenho nenhum autor da qual eu me inspire. Acho que cada autor tem um toque só seu e isso é que é o interessante. Eu aprecio muito isso porque é possível conhecer muita coisa sobre o autor pela maneira que ele escreve.

  1. Você já teve dificuldade em publicar algum livro? Teve algum livro que não conseguiu ser publicado?

Não é fácil ser um escritor nesse país, na verdade é um grande desafio. Eu tive dificuldades em publicar meus primeiros livros, mas agora, apesar de ainda encontrar barreiras, as coisas já estão bem melhores porque já tenho mais experiência e já sou um pouco conhecida no mercado literário.

  1. O que você acha do novo cenário da literatura nacional?

Acho que melhorou muito, apesar de ainda estar muito inferior a média dos países europeus, mas está melhor do que há vinte ou trinta anos. Hoje os jovens leem mais e compram mais e isso tem trazido novos autores ao mercado em busca desse novo público.

  1. Recentemente surgiram vários pessoas lançando livros nacionais, uns são muito bons, outros nem tanto, outros são até desesperadores, o que você acha sobre este boom?

Acho ótimo saber que mais autores estão entrando no mercado literário, mas como você disse, alguns livros são bons e outros nem tanto, como com qualquer produto que compramos no mercado. Penso que agora está sendo um bom momento para se lançar novos nomes. Espero que o meu nome possa em breve estar entre eles, rsrsrs.

  1. Qual sua opinião sobre os preços elevados dos livros nacionais?

Realmente os preços dos livros nacionais são em média mais caros do que os livros internacionais, isso porque geralmente muitos dos livros internacionais já “bombaram” lá fora e a tiragem aumentou demasiadamente, o que reduz o custo, por isso o preço cai. Já no caso dos autores nacionais, a grande maioria ainda não saiu do anonimato e por isso seus livros são em geral feitos sob demanda ou tiragens pequenas, o que aumenta o custo. Quando chegam ao mercado os preços não os fazem competitivos, mesmo que a obra seja excelente o leitor ainda compra pelo preço e pelo quanto o livro (ou o autor) está na moda naquele momento.

  1. Qual livro você falaria: “queria ter tido esta ideia”?

Não existe um livro especificamente que eu diga: “queria ter tido essa ideia”, mas gostaria de ter sido a primeira a escrever aventuras mitológicas, como o da série Percy Jackson.

  1. Se tivesse que escolher uma trilha sonora para seus livros qual seria? (nome da musica + cantor)

Quando escrevi o livro Chama Imortal eu me inspirei na música “Forever” da banda Kiss. Tanto que eu fiz questão de usar essa música do book trailer do livro.

  1. Já leu algum livro que tenha considerado “o livro de sua vida”?

Já li muitos livros, mas teve um livro que me marcou muito, foi o livro Poliana, acho que porque me ensinou muito a enxergar a vida com otimismo, algo muito necessário para nós enfrentarmos os problemas de cabeça erguida e nunca se deixar abater pelas dificuldades.

  1. Você tem novos projetos em mente? Se sim, pode falar sobre eles?

Sim, estou com o projeto de lançar o segundo e terceiro livro da trilogia do livro Impacto Fulminante e também o segundo livro da série Átina Blake e o Império de Cronos (pretendo fazer tudo isso para 2016) e também lançar um livro de aventuras de piratas, chamado “A Cruz de Marvin Jones.”

  1. Você acompanha as críticas feitas por blogueiros nas redes sociais? O que você acha sobre isso?

Sempre acompanho o que os blogueiros escrevem nas redes sociais. Para o autor é importante que haja comentários (mesmo que negativos) até porque sempre temos algo para melhorar. Concordo que cada um pode e deve expressar sua opinião e o que às vezes é legal para um é ruim para outro e ninguém tem que compartilhar da mesma opinião, mas muitas vezes acho que alguns blogueiros exageram na crítica e podem até ser meio grosseiros. Acho que a opinião tem que ser dita sem ofender o modo de escrita do autor. Como eu falei o que é bom para uns pode ser ruim para outros, o que não faz a obra ser ruim no todo, apenas é uma questão de opinião.

  1. Se pudesse escolher um leitor para seu livro (escritor, alguém que admire) quem seria?

Ahhh, eu escolheria você, rsrsr. Ninguém mais indicado para ler e avaliar um livro do que você,  né?

  1. Qual a maior alegria para um escritor?

A maior alegria para um escritor é o carinho dos leitores, é saber que eles leem e gostam do que você escreve, é saber que você deu um pouquinho de si para ajudar e para fazer alguém feliz.

  1. Deixe uma mensagem a nossos leitores e para aqueles que estejam iniciando no mundo da escrita literária.

Obrigada por vocês lerem mais literatura nacional, isso incentiva muito os escritores brasileiros. Ser um escritor no Brasil não é fácil por isso precisa de muito apoio, pois temos muitos autores bons , mas são pouco valorizados.

Para quem está começando eu diria que a pessoa tem que ser persistente, trabalhar duro e dedicar-se muito, porque não é fácil, mas se a pessoa ama o que faz então tudo valerá a pena.

 Book trailers dos livros:

A Era dos Dragões, o Reino de Ágora

Átina Blake e o Império de Cronos

Chama Imortal

Impacto Fulminante

Plano de Voo, o Segredo do Sucesso

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here