Um mais um – Jojo Moyes

0
583

Sinopse: Há dez anos, Jess Thomas ficou grávida e largou a escola para se casar com Marty. Dois anos atrás, Marty saiu de casa e nunca mais voltou.
Fazendo faxinas de manhã e trabalhando como garçonete em um pub à noite, Jess mal ganha o suficiente para sustentar a filha Tanzie e o enteado Nicky, que ela cria há oito anos. Jess está muito preocupada com o sensível Nicky, um adolescente gótico e mal-humorado que vive apanhando dos colegas. Já Tanzie, o pequeno gênio da matemática, tem outro problema: ela acabou de receber uma generosa bolsa de estudos em uma escola particular, mas Jess não tem condições de pagar a diferença. Sua única esperança é que a menina vença uma Olimpíada de Matemática que será disputada na Escócia. Mas como eles farão para chegar lá?
Enquanto isso, um dos clientes de faxina de Jess, o gênio da computação Ed Nicholls, decide se refugiar em sua casa de praia por causa de uma denúncia de práticas ilegais envolvendo sua empresa. Entre ele e Jess ocorre o que pode ser chamado de ódio à primeira vista. Mas quando Ed fica bêbado no pub em que Jess trabalha, ela faz questão de deixá-lo em casa, em segurança. Em parte agradecido, mas principalmente para escapar da pressão dos advogados, da ex-mulher e da irmã — que insiste em que ele vá visitar o pai doente —, Ed oferece uma carona a Jess, os filhos e o enorme cão da família até a cidade onde acontecerá o torneio.
Começa então uma viagem repleta de enjoos, comida ruim e engarrafamentos. A situação perfeita para o início de uma história de amor entre uma mãe solteira falida e um geek milionário.


Resenha: Este é o segundo livro da Jojo Moyes que eu leio. Logo após terminar de ler Como eu era antes de você, decidi que investiria na leitura dos outros livros dela. Não me arrependi.

De forma fascinante, a Jojo nos apresenta, através do romance, assuntos do nosso cotidiano. O livro é muito bem escrito e a cada capítulo vai intercalando a visão dos personagens, nos proporcionando vários pontos de vista e nos ajudando a entender melhor cada um deles.

A historia gira em torno de uma família, muito comum hoje em dia, que é composta por uma mãe solteira (Jess), uma guerreira que se vira como pode para manter a ordem e o amor na casa que divide com sua filha (Tanzie) de apenas 10 anos e seu enteado (Nick) um adolescente de 16 anos.

Jess cuida de tudo sozinha (há dois anos) desde que Marty o pai das crianças resolveu sair de casa alegando estresse e cansaço por não suportar viver naquele regime de orçamento apertado, crianças “estranhas” e uma esposa que já não era aquela jovem adolescente de apenas 17 anos que ele conhecera há 10 anos. Agora Jess assumira um ar de mulher responsável e compromissada. Ela não faz diferença entre o amor que sente por sua filha e seu enteado. Nick fora abandonado por uma mãe que era viciada em drogas e não sentia qualquer afeto pelo filho.

Para conseguir pagar as contas e viver minimamente alimentados, Jess precisa trabalhar como faxineira durante o dia e como bartender num Pub. Porém, mesmo Jess sendo uma otimista nata, anda preocupando-se com o futuro dos filhos. Nick é um adolescente gótico que sofre preconceito e tem apanhando dos colegas no colégio e na rua onde moram. Ele tem dificuldade para dormir e expressar seus sentimentos. Já até mencionou o desejo de abandonar o ensino médio para, apenas, viver envolvido em jogos de computador e drogas. Tanzie é uma boa menina, mas é considerada estranha pois desde pequenina, é viciada em cálculos. Ela Ama a matemática e se destaca dos demais alunos da sua escola, por isso, foi contemplada com uma bolsa de 90% numa das melhores escolas da região. Porém Jess não vê chances de conseguir os 10% restantes. Mas existe uma luz no fim do túnel, Tanzie pode participar de uma Olimpíada de Matemática e o prêmio oferecido poderia pagar a diferença nesta escola por dois semestres. Mas a tal Olimpíada acontecerá no outro extremo do país, como Jess conseguirá levar a filha, o enteado e seu enorme cão para esta viagem?

Entrementes, Ed. Nicholls, um geek de sucesso, passa por seguidos problemas relacionados com o fim de um casamento e com sua empresa. Ed. está sendo acusado de uso de informações privilegiadas para obtenção de lucros. Por isso precisa afastar-se da empresa e da cidade onde mora. Ao refugiar-se na mesma cidade que Jess, ele a encontra durante uma faxina na sua casa de veraneio. De imediato eles se estranham (uma espécie de ódio à primeira vista). Mas após Ed. embebedar-se e ficar totalmente vulnerável no Pub onde Jess trabalha, ela não pensa duas vezes antes de tentar ajudá-lo. E logo o deixa em casa a salvo, para só então seguir rumo à sua residência.

Jess tenta de todas as maneiras juntar a quantia necessária para que Tanzie consiga estudar na escola que tornou-se a escola dos sonhos da garota, mas não consegue imaginar outra alternativa que não seja levar a filha à Olimpíada e confiar que ela vença. Desesperada, Jess coloca seus filhos e o cão, Norman, no Rolls Royce que há muito está estacionado na sua garagem sem uso e segue dirigindo rumo à Escócia. Mas, como já era esperado, Jess é parada pela polícia e tem seu carro apreendido pois estava com os documentos vencidos e ela sem licença para dirigir. Neste momento Ed. passa e ver toda a confusão na beira da estrada. Se compadece por ver aquela menininha magricela sentada na beira do asfalto e se oferece para ajudar. Ao ser informado sobre o que estava acontecendo, ele sente-se agradecido por Jess tê-lo ajudando anteriormente e, por impulso, se oferece para levar Tanzie até a Escócia para participar da tal Olimpíada.

Deste momento em diante, você vai participar de uma viajem muito divertida. Recheada de confusão, enjôos, surpresas, decepções e um surreal romance.
Esta aventura vai mudar definitivamente a vida de todos os personagens. Vai fazer você rir em alto e bom som, marejar os olhos e aprender a acreditar que tudo pode dar certo.

Com problemas vividos no cotidiano de qualquer pessoa, a Jojo, brilhantemente, nos oferta com este romance leve, engraçado e surpreendente.

Eu super indico esta leitura e acredito que você não se arrependerá.

Boa leitura!

Resenha de Daiane Menezes, resenhista do Arca Literária

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here