The Kiss of Deception – Mary E Pearson

4
872

Olá galera, vamos a mais uma resenha aqui no Arca, hoje resolvei trazer para vocês minha singela opinião sobre um livro que quando foi anunciado o lançamento aqui no Brasil, parecia novo livro da J.K Rowling, estou falando do livro “The Kiss of Deception” da Mare E Pearson, lançando aqui no Brasil no ano passado, pela maravilhosa Darkside, mas antes de continuar falando do livro, vamos primeiro a sinopse.

 “Tudo parecia perfeito, um verdadeiro conto de fadas menos para a protagonista dessa história. Morrighan é um reino imerso em tradições, histórias e deveres, e a Primeira Filha da Casa Real, uma garota de 17 anos chamada Lia, decidiu fugir de um casamento arranjado que supostamente selaria a paz entre dois reinos através de uma aliança política. O jovem príncipe escolhido se vê então obrigado a atravessar o continente para encontrá-la a qualquer custo. Mas essa se torna também a missão de um temido assassino. Quem a encontrará primeiro? 

Quando se vê refugiada em um pequeno vilarejo distante o lugar perfeito para recomeçar ela procura ser uma pessoa comum, se estabelecendo como garçonete, e escondendo sua vida de realeza. O que Lia não sabe, ao conhecer dois misteriosos rapazes recém-chegados ao vilarejo, é que um deles é o príncipe que fora abandonado e está desesperadamente à sua procura, e o outro, um assassino frio e sedutor enviado para dar um fim à sua breve vida. Lia se encontrará perante traições e segredos que vão desvendar um novo mundo ao seu redor.
O romance de Mary E. Pearson evoca culturas do nosso mundo e as transpõe para a história de forma magnífica. Através de uma escrita apaixonante e uma convincente narrativa, o primeiro volume das Crônicas de Amor e Ódio é capaz de mudar a nossa concepção entre o bem e o mal e nos fazer repensar todos os estereótipos aos quais estamos condicionados. É um livro sobre a importância da autodescoberta, do amor, e como ele pode nos enganar. Às vezes, nossas mais belas lembranças são histórias distorcidas pelo tempo”.

 O livro começa exatamente como nos diz a sinopse, Lia nossa protagonista resolve fugir de um casamento arranjado para tentar unir dois reinos. Sim, o livro é meio medieval, com castelos, reis e rainhas, guerras, lanças e espadas, tudo que uma história medieval precisa. Mas voltando ao casamento eu ficaria em dúvida se fugiria, creio que me faltaria coragem, mas Lia nunca viu o até então noivo, deixando ela e nós leitores sem saber se vale a pena fugir.

 Na verdade, esse é um dos pontos que me levou a ler o livro, ninguém sabe quem é o príncipe. Nós somos apresentados a Lia e o reino criado pela autora, que é muito rico em detalhes, mas que as vezes desviou muito o proposto do livro, mas creio que a autora sabe o que está fazendo até por que temos dois livros ainda pela frente.

 Assim que Lia foge com sua empregada/amiga, o príncipe decidi ir atrás e convencer a princesa a voltar a traz com sua decisão, porém um assassino descobre o ocorrido e também vai atrás. Ficamos muitas vezes com o coração na mão, pois o livro é divido entre capítulos do Príncipe, Assassino e Lia, mas quando lemos os capítulos dos dois não sabemos se é o Assassino ou o príncipe que está narrando, mas calma, parece que a leitura ficará confusão, mas não, a autora consegue nos orientar bem, um leitor mais atento consegue se orientar, entre a troca de ponto de vista.

 Não vou continuar falando da história, após acabaria dando spoiler, mas minha nota para este livro é 3/5 estrela no meu Skoob, sempre que for escolher um livro para ler, ele começo verificando características que me agrada e magia/fantasia está no topo, creio que a minha nota seja por causa da grande expectativa que criei, como disse no começo, antes do lançamento varioooooos blogs e booktubers falaram tanto deste livro, me deixando completamente curioso para ler, o proposto pelo livro mostra também que a princesa possui uma magia adormecida e esse fato foi a decisão final para ler o livro. Mas confesso que me desapontou muito, pois isso quase não é apresentado. Porém o que não me fez abandonar a leitura foi a escrita da autora que é maravilhosa, pois nela existe leveza e elegância ao escrever, apesar de tudo no final você vai louco para saber o que aconteceu, esse é mais um livro que acaba no meio da bomba (amo isso).

 Eu tenho o livro físico, a Darkside arrasa nas suas publicações, o livro é capa dura, dando uma durabilidade maior ao livro, mas é emborrachada (não gosto muito desse tipo de material), a diagramação é mediana se a fonte fosse um pouquinho maior estaria perfeito, a um mapa do reino nas costas da capa e contracapa que é lindo, o livro tem 406 páginas, para mim é um tamanho razoável. Eu já li e tenho o segundo volume desta trilogia e pode apostar que está melhor que o primeiro, se vocês quiserem que eu resenhe ele é só comentar aí em baixo. Até a próxima.

 signature

4 Comentários

  1. Achei a história muito interessante, devo dizer que gosto muito de histórias que envolvam reinos, magia, fantasia e fiquei bastante curiosa pelo desenrolar da história e também para saber o por que desse assassino querer matar a Lia, creio que há algo ai. Parabéns pela resenha.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here