O terror dentro da literatura está cada vez mais pulsante, tanto na literatura nacional quanto internacional.

Grandes nomes como André Vianco alavancaram o terror nacional na literatura, atraindo ainda mais leitores e mostrando que o lado sinistro da literatura cativa e assombra.

Segundo Nelson Job “hoje em dia vivemos sob a pedagogia do terror. O terror e o medo nos sãos impostos dia a dia.”  Dessa citação se percebe que é impossível fugir do medo nosso de cada dia, e a literatura se aproveita desse medo para entreter e alertar.

narrativaaaÉ o caso da escritora gaúcha Rô Mierling, que através da DarkSide Books lançou o livro Diário de uma Escrava mostrando um outro lado do terror dentro da literatura nacional: o terror real.

Mesclando o terror e o psicológico, temos Marcus Barcelos, com seu livro Horror na Colina de Darrington, da Faro Editorial, levando o leitor a duvidar se o horror pode mesmo ficar apenas nas páginas dos livros.

Isso nos mostra que o terror veio para ficar ainda mais na literatura nacional, e para unir nomes clássicos e inovadores desse gênero literário, um novo lançamento vai acontecer na Bienal do Livro no Rio de Janeiro.

É o livro Narrativas do Medo. Trata-se de uma coletânea de contos de terror com 18 histórias com os principais nomes do horror brasileiro: Alexandre Callari, Cesar Bravo, Rô Mierling, Marcus Barcelos, Petter Baiestorf, Marcos DeBrito, Duda Falcão, Marcio Benjamin, Vitor Abdala, Geraldo de Fraga, Hedjan C.S., Daniel Pires, Alfer Medeiros, Flavio Karras, Gustavo Lopes Perosini, Paul Richard Ugo, Ademir Pascale e Rodrigo Ramos.

Lançamento 2 de setembro as 18:30 onde muitos desses grandes autores nacionais estarão esperando para dar autógrafos, abraços e MEDO.

ESTANDE G30 – Editora Autografia.

NÃO PERCA!

 (autoria da imagem do banner: @saraivaonline)

Um comentário

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here