Sob o domínio do Silêncio – Fernando Mello

14
909

Lucas Alcântara era um jovem como tantos outros. Tinha esperanças e um futuro pela frente. Um bom garoto que teve sua inocência e juventude roubadas por um grupo de aliciadores. Ele foi dado como morto e seus algozes pensam que sairão impunes. Estão enganados. Lucas não é mais um menino, nem indefeso, sua alma tampouco é pura. Aliás, nem Lucas ele é.

Nataniel Váli se tornou o homem que Lucas jamais esperou ser. Frio, calculista… Vingativo. Entretanto, ainda carrega dentro em si os resquícios dos terrores que viveu. E, para dar um fim nisto, ele se junta a um grupo de jovem que foram abusados pela mesma rede de aliciadores. As vítimas que estavam em um programa de apoio à testemunha – e com apoio da Polícia Federal – montam o plano perfeito de vingança.

 Claro que mesmo os planos perfeitos não são sempre infalíveis. Entre reviver os horrores do passado através de flashbacks e os imprevistos do presente, Nataniel vai descobrir que não se faz guerra sem ter perdas e que não se faz vingança sem uma equipe para te apoiar. Se você gosta de um suspense policial com cenas cruas que farão seu coração parar até chegar à próxima cena, leia Sob o domínio do silêncio. E, lembre-se, nunca revele sua identidade. A menos que o outro esteja em seu suspiro final.

 signature

14 Comentários

  1. Conheci esse livro e o autor durante uma entrevista que passou na TV Ceará no começo deste ano, antes da Bienal do livro do Ceará. e de cara quando ele relatou sobre esse livro fiquei querendo saber mais e comprei…
    Então, eu não quero ser identificado porque vou relatar sobre algo pessoal, por isso botei anônimo e espero que não mostrem meu e-mail, por favor!
    Eu já fui estuprado por um Tio meu dos 9 aos 13 anos, quando resolvi falar para minha família ninguém acreditou em mim e fui quase expulso de casa. Passei anos tendo de conviver com a vergonha e com esse Tio se passando de bonzinho, o lado bom é que depois disso ele não mexeu mais comigo, mas, mesmo assim as marcas ficam e doem até hoje. Tenho 29 anos agora… o que quero dizer sobre esse livro é que:
    As cenas do estupro foram traumáticas e realista a ponto serem gatilhos emocionais, pelo menos para mim, porém o livro vai muito além disso, porque fala de lutar pelo o que você acha certo, pela libertação da sua alma.
    O livro em si foi pesado. Não que o livro seja ruim, é ótimo , e como sofri bastante ao lê-lo pelo fato de já ter passado pelo mesmo que o personagem. O autor, acredito eu, sentiu as dores dos personagens porque ele escreveu como de maneira que expressar exatamente o sofrimento interno, pois eu senti e senti a dor deles em mim.
    Foi uma leitura que fez pensar, refletir e ver como ele soube conduzir a história. Senti que o Lucas/Natanael representa bem nós vitimas, porque é como realmente nos sentimos, não que vamos promover uma vingança, mas tudo aquilo dali é real.
    Chorei, fiquei triste e fiquei com o coração apertado.
    Li um comentário aqui fazendo um tipo de comparação entre ele e Rô Mierling, o que digo é que Esse autor tem um estilo próprio, e soube chamar a minha atenção.
    Fernando Mello deve ter sofrido para escrever este livro. Doeu em devorar este livro, no final senti esperanças e o que significa as chances e o perdão.
    Parabéns ao autor!
    Ele é talentoso. Sou o seu fã dele agora.
    Espero que ele, nesse caos que acredito ser tentar a vida como autor nacional, não desistam. Jamais.
    E que sempre escreva, escreva e escreva.

    • Eu li, reli esse depoimentos várias vezes e não sei se digo que me sinto feliz por ter feito um trabalho certeiro, ou se fico triste por estar lendo seu relato. É a primeira vez que leio um relato de alguém que passou por isso em uma resenha deste livro, sempre recebo em mensagem privadas… amigo ou amiga, não sei quem você é, mas, Eu compreendo sua dor, nunca passei por esse trauma, mas já aconteceu com gente que conheço e ao pesquisar sobre o assunto na época em que eu ainda estava escrevendo me deparei com várias pessoas anônimas que relatavam suas tragédias pessoais em relação a esse assunto. Eu sinto muito que tenha passado por isso e fico feliz por você, ao ler este livro tenha conseguido, de certa maneira, entender que é bom seguir em frente evitando pensar no passado, apenas seguir sem olhar para trás. Torço por você e espero que seja muito feliz e livre de todo seu tormento. Agradeço imensamente pelo seu relato e pela sua coragem em se abrir aqui. E obrigado pelo feedback. Fica com deus e confia nele sempre!

  2. Lendo aqui os comentários vi que tudo o que eles acham é o mesmo que achei ao ler, porém, teve algo que não relataram aqui: a história é muito bem amarrada. Sem pontas soltas do começo ao final. Cada Virgula parece ter sido minimamente planejada. O ambiente, as falas, o contexto, tudo se casa perfeitamente. Até as cenas de debates que há entre alguns personagens sobre as escolhas que fizeram a chegar na vingança é bem estruturado e em nenhum momento você se perde. É forte, é realista, choca o leitor e no final você aprende que seguir em frente é sempre o melhor caminho, pois ao ficar olhando sempre trás, preso ao passado, sua vida fica perdida e parada ali, sem evolução, essa foi uma das mensagens que capitei desse livro. Não sei se o autor passou por esse tipo de trauma, mas ele soube muito bem como descrever as sensações, a psicologia do personagem em si. Muito ótimo. Me admiro ainda não ter sido lançado por uma editora grande, porque qualidade tem e muita. Espero pelo próximo livro do autor e que supere esse.

    • E como o autor ficar ao receber u’ma mensagem dessa?! Feliz! Muito obrigado pelo seu comentário, fico feliz em saber que eu criei algo que agrada as pessoas e que ao mesmo tempo tem sua utilidade informativa. Também espero que o próximo supere este. Abraços!

  3. Estou ansiosa para ler esse livro, principalmente depois de ler essa resenha e comentários. Fico imensamente feliz de ver a literatura nacional ganhando destaque por sua qualidade.
    Beijos!

  4. Não me canso de comentar sobre esse livro, toda vez que você fazem resenha sobre ele nesse site eu comento! kkkkkk Por que?
    Porque esse livro é Fodaaaaaa!! Enquanto Rô Mierling fez diário de uma escrava, Fenando Mello tem Sob o domínio do silêncio que é mais ou menos no mesmo nível, não que sejam assuntos iguais, mas na questão do impacto no leitor. É forte, é bem escrito, tem um plottwist do Karalho é tudo o que um leitor de suspense/terror quer ler.
    Tudo muito bem arquitetado e bem escrito. Parabéns pela resenha.

  5. Esse é um dos meus favoritos!
    É um suspense que mexe com o leitor. Nos tira da zona de conforto. É uma realidade cotidiana.
    O Fernando soube bem como manusear a delinear a história do começo até o fim, expondo a carga emocional nos lugares certos, nas cenas certas. Quando se ler esse livro o leitor percebe como o autor mergulho de cabeça na psicologia do personagem ainda mais por ser escrito em primeira pessoa. não sei se ele já estudou psicologia, mas se não, ele tem talento para área. Recomendo este livro.

    • E como mergulhei Rafaela, quase enlouqueci, além de ter ouvido pessoas que passaram pelo mesmo. Tive de viver o personagem igual a um ator para poder transmitir o que ele sentia. Fico feliz que tenha gostado.

  6. Sabe aquela escrita real que te faz sentir o que o personagem sente? É exatamente o que este livro promove no leitor, ele nos deixa bem a par de tudo e todos os sentimentos. Você ler e quando se dá por si já está envolvida nisso e querendo lutar junto contra os dementes violentadores de criança e adolescente e não fica só nisso, o autor deve ter feito uma baita pesquisa antes porque ele descreve exatamente a psicologia de uma pessoa que passa por um trauma como o estupro ainda mais quando se é homem. Acredito que ele tenha entrado em contato com pessoas, no caso homens, que já foram violentados sexualmente. A escrita dele é envolvente e nunca cansativa. Eu já li um romance dele antes, mas prefiro que ele siga no suspense terror porque é onde ele se sai melhor. E pegando o gancho do comentário do rapaz ali de cima… Realmente aquela cena perto do final… Meu deus! Foi de arrancar os cabelos. Espero que ele lance mais livros nesse gênero.

    • Opaaaa, eitaaaa comentário massa!! Obrigado Gleici, e sim tive de pesquisar sobre o assunto em livros de Psicologia sobre traumas e efeitos na personalidade. E sim, tenho projeto já iniciado para outro livro neste gênero suspense/terror policial para segundo semestre do ano que vem. Abraços!

  7. Esse livro é show de bola, comprei ele e não me arrependi. Quando comecei a ler parecia que eu tava vendo um filme só que em livro, o enredo, as cenas, as falas, os personagens, parecem tão reais que teve momentos que pensei que tivesse acontecido de verdade. E o que dizer do final? Que loucura!! Nunca senti tanto impacto num PlotTwist como eu senti ao ler a cena do capítulo já quase perto do final… Foi de tirar o fôlego. O autor merece ser Best-Seller sem sombra de dúvidas! Está show a resenha.

    • Uaaaaalll, mereço ser Best-Seller, 🙂 obrigado meu querido! Um dia serei, vou lutar para isso. Obrigado pelo seu feedback.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here