Serial Killers – Harold Schechter

0
656

“De todas as criaturas já feitas,o homem é a mais detestável.De toda a criação,ele é o único,o único que possui malícia.São os mais básicos de todos os instintos,paixões,vícios-os mais detestáveis.Ele é a única criatura que causa dor por esporte,com consciência de que isso é dor.”

Mark Twain

Essa frase escrita nas primeiras páginas do livro já expõe em poucas palavras o que é o ser humano.

Cheguei a esse livro através de inúmeras pesquisas na internet desencadeada pela curiosidade que o livro A Casa Negra de Stephen King e Peter Straub me despertou.Em A Casa Negra os dois autores criaram um serial killer que abusava,matava e depois devorava partes de crianças.O personagem Charles Burnside é claramente baseado em Albert Fish,um serial killer que assim como Charles abusava,matava e devorava crianças.No decorrer do livro eles também citam vários serial killers reais que me levaram a pesquisas na web,até que cheguei nesse livro Serial Killers,Anatomia do Mal.

 O livro é um estudo da mente dos serial killers mais famosos e conhecidos.Vários depoimentos de psicólogos dos serial killers,a tentativa de descobrir o que leva uma pessoa a chegar aos extremos da crueldade e do horror.O que leva uma pessoa a matar,estuprar,mutilar,devorar partes de outro ser humano,violar um cadáver, enfim todos os horrores já praticados por homens e mulheres que em determinado momento de sua vida simplesmente perdem qualquer contato com a realidade ou deixam de ter quaisquer sentimentos de compaixão horror dentro de si.

 “Quem machuca animais tem o potencial de fazer o mesmo com pessoas.Naturalmente,muitos garotos que cometem atos menores de sadismo na infância abandonam tal comportamento e lembram com vergonha de quando explodiram um formigueiro com uma bombinha ou desmembraram uma aranha.Em contrapartida,as crueldades perpetradas por serial killers incipientes tornam-se mais extremas com o passar do tempo,até que passam a visar não animais de ruas ou bichos domésticos,mas outros seres humanos.Para eles,torturar animais não é uma fase.É um ensaio.”

 Esse é apenas um dos sinais que podem levar uma pessoa a se tornar um serial killer.A tortura e crueldade com animais.Claro que isso é apenas um estudo que indica algo em comum entre a maioria dos serial killers.Mas mesmo assim é bom(brincadeiras à parte)ficar de olho naquele seu vizinho que adora espancar ou matar gatos,cachorros etc..

 “Sabe-se que o abuso psicológico pode ser tão devastador para o desenvolvimento emocional de uma criança quanto os maus-tratos físicos.De acordo com o psicanalista Carl Goldberg,uma criança que é sistematicamente envergonhada e humilhada,que se sente constantemente inútil e indigna de ser amada,está praticamente destinada a desenvolver uma personalidade perversa.Seu sentimento de desdém por si mesmo se torna tão profundo que a única maneira de sobreviver é tornar-se indiferente aos outros também.Com efeito,essa pessoa acaba por acreditar que pode não ser digna,mas também ninguém mais é.Convencido de sua própria maldade,ele arremete amargamente contra o mundo.”

 É fato que a grande maioria dos serial killers(segundo o livro)sofreram abusos e crueldades físicas e psicológicas em algum momento de sua infância.Claro que muitas pessoas também vivenciam esse tipo de coisa e nem por isso se tornam sádicos assassinos.Talvez seja a maneira como eles lidaram com isso que os tornam tão cruéis e insensíveis a dor dos outros.O livro muitas vezes nos leva ao passado dos serial killers e é incrível a maneira que em um instante você está corroído de pena pelas crueldades e atrocidades que eles enfrentaram(quase sempre na infância) e no outro você está horrorizado e indignado pelos crimes hediondos cometidos por eles.

Há frases sublinhadas de amarelo no livro que deixam ainda mais interessante.O designer do livro é impressionante,os textos são acompanhados de fotos e ilustrações.Há muitas informações sobre os crimes(muitos com detalhes de arrepiar),frases ditas pelos assassinos enfim é um livro com muita informação sobre os serial killers.No final há indicações de livros,filmes,tudo baseado em histórias reais.Há também um HQ bem interessante feita por Joe Coleman,famoso artista visual, sobre o serial killer Carl Panzram.De arrepiar.

 O livro trata de um assunto meio mórbido mas pra quem gosta do assunto do assunto é uma ótima leitura.Demorei um pouco pra terminar esse livro por que sou o tipo de leitor impressionável então fui lendo aos poucos,intercalando com outras leituras,mesmo não tendo o hábito de fazer isso.Eu lia alguns capítulos e me sentia um pouco nauseado com tanto sangue,tanta tripa,tanta facada,machadada,enfim é uma leitura pesada.Claro que nem por isso perdi o interesse.Pelo contrário.A leitura me agradou do começo ao fim.Em meio a essas pausas havia muita pesquisa pra fazer na web,visto que são muitas pessoas citadas no livro e eu queria saber mais sobre elas,ver fotos(alguns não há fotos),os lugares onde ocorreram os crimes,enfim toda aquela curiosidade mórbida que nós seres humanos temos sobre esses assuntos.

Pra quem gosta do tema serial killers é uma excelente leitura!

Resenha de João Soares, resenhista parceiro do Arca Literária

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here