Sempre ao Seu Lado – Rachael Gibson

0
199

Realmente um dos melhores livros da Rachael Gibson. Eu acreditei que seria um livro de trama simples, que me daria bons momentos de romance, mas aqui a trama surpreende. A escritora conseguiu falar de um assunto pesado como assassinato e suicido, sem perder a leveza e a delicadeza. Em alguns momentos acreditei que a trama ia desandar, mas ela conseguiu segurar todas as pontas e fazer um excelente livro.  Profundo, com toques de comedia, pitadas muito generosas de “romance hot”, faz desse livro uma excelente leitura.

Vamos a trama.

Maddie Jones é uma escritora de sucesso, ela escreve sobre serial Killers, suas histórias, e vítimas. Mas nada a preparou para escrever sobre o assassinato de sua mãe, Alicie Jones, e seu amante.

Ela tem parte da história contada em fotos policiais, relatórios, e o diário de sua mãe. E está disposta a descobrir toda a verdade. Mas isso não vai ser fácil, muitos anos se passaram e a maioria das pessoas não quer falar sobre a mulher traída, que num acesso de loucura matou o marido, sua amante e depois se matou.

Enquanto prepara-se para iniciar o livro Maddie conhece o filho da mulher que tirou a vida de sua mãe e mudou sua vida para todo o sempre, Mick Hennessey.

A atração entre ambos é forte, e Maddie o evita a todo custo, mas algo sempre a coloca diante de Mick. As cenas entre eles são picantes, deliciosas, claro, é romance!

A cidade pequena e aos poucos ela vai entrando na rotina de Maddie, que vê muito dos seus hábitos mudarem. Quando ela contra vontade, adota uma gatinha de rua, descobre o quanto aquele lugar tem lhe afetado.

Os segredos começam a pesar, quando ela e Mick se envolvem, num caso para lá de quente. Difícil mantê-lo a distância, e tudo que ela mais deseja é dizer a verdade a Mick. Mas como dizer-lhe que é a filha da amante de seu pai?  Ela sabe que vai perdê-lo.

Um ponto interessante, como as pessoas podem não perceber o quanto são cruéis.  Sempre que a mãe de Maddie é citada é vista como a “outra, a mulher sem escrúpulos que estava roubando o marido de uma mulher casada”. O que ninguém percebe de imediato é que ela não traiu sozinha. Era sabido que Loch Hennessy sempre teve casos e nunca escondeu nenhum, da esposa instável e ciumenta, Rose.

No fim o que percebemos é que entre mortos e feridos, quem mais sofreu foram aos filhos, que ficaram e tiveram de pagar pelos pecados dos seus pais.

Gostei muito do processo usado por Maddie para escrever o livro, a forma como se organizou até começar a história. Acho que é o modo como a Rachael Gibson se prepara para escrever também.

Minha nota? Cinco beijos mordidos!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here