Salvos pelo Amor – Juliane Rodrigues

1
960

Clara era uma mulher disciplinada formada em jornalismo. Sua agenda era sempre muito lotada e sua vida ocorria a mil por hora. Não conhecia sua mãe biológica, porém, não era por isso que não foi amada pelos seus pais adotivos e seus 46… irmãos! Com uma vida tão corrida desde que era criança e sendo a única menina dentre todos os irmãos, Clara não se importava com a sua aparência. Não era isso que iria definir uma pessoa. Trabalhava em uma gravadora, como assessora. Na mesma gravadora que um guitarrista chamado Nic.

 “Clara é uma dessas pessoas que não vê dia feio, mesmo que em um dia chuvoso seus sapatos estivessem molhados e seu guarda-chuva, quebrado”.

Nic não tinha uma vida guiada por regras. Acordava quando queria e saia de noite para beber sempre que desse. Ele sentia necessidade de beber. Seu namoro com Suzana, havia terminado. E o que ele mais queria era provar para ela que conseguiria encontrar alguém que fosse muito diferente dela. Qualquer mulher poderia ser melhor do que Suzana. Era isso que ele queria provar. E nesse momento a sua atenção é voltada para Clara. Ela vivia sempre desarrumada, espirrando – por conta do ar da gravadora -, e para os olhos de Nic ela era uma mulher muito feia. Havia encontrado finalmente a sua presa.

 “Nic parou quando ela se virou para olhá-lo. Ele ficou pensando na forma que ela o olhou e soube no mesmo instante que ela não era nenhuma boba. E que talvez não fosse tão fácil assim usá-la em sua vingança, como havia imaginado. Mas era cedo demais para qualquer conclusão. Ele não a conhecia, e não conhecia mesmo!”

Nic começa a fazer suas investidas em Clara. E na maioria das vezes pensa que o seu plano não vai funcionar. Ele sempre pensa em quanto ela era feia. Clara, não dá o braço a torcer, porém, termina por simpatizando com o guitarrista. Até que Nic fica gravemente doente e não tem ninguém a recorrer. Nem seus “amigos” da banda, quanto seus familiares. A única pessoa que poderia ajudá-lo naquele momento era Clara. Ela só não imaginava que abrir a porta da sua casa para ele iria gerar tantos conflitos em seus corações, mentes e perspectivas.

 

Primeiramente eu gostei do modo que a autora narrou o livro. Parecia que era alguém que realmente havia presenciado tudo e estava contando para mim, mostrando o seu ponto de vista também. Era como uma conversa.

No início eu demorei um pouco para cair de vez na história. Mas mesmo devagar para adentrar no livro, eu já sabia que iria gostar muito por conta de sua mensagem. No livro, o narrador não diz se Clara é feia ou se ela é bonita. (só Nic que pensa isso). E ele sempre nos faz indagar: O que realmente é feio? O que é feio para você pode ser bonito para o outro. É incrível, pois é isso mesmo o que ocorre. Todo o livro mostra a insegurança tanto de Clara quanto de Nic. A insegurança de Clara em tentar se deixar amar, mesmo não sendo bonita. A insegurança de Nic quanto a fazer escolhas melhores para sua vida. O livro é uma lição do início ao fim.

Uma coisa que fiquei agoniada eram os irmãos de Clara. Eles a tratavam como se fosse uma menina de dez anos. E tenho quase certeza que o tratamento que seus irmãos lhe davam, a influenciou em quanto a sua vida amorosa. Bando de irmão ciumento u.u

Saí devorando as últimas páginas do livro e me identificando um pouco. Acho que todo mundo irá se identificar com alguma passagem na leitura.

Só tenho uma coisa a dizer:

A mensagem é linda. Os anjos realmente podem estar espalhados em sua vida. Basta olhar com calma. Respirar fundo. Ou quem saiba você terá a sorte de esbarrar em um?

“- Beleza não é tudo. Se fosse assim, as mulheres mais belas não conheceriam decepções amorosas, não seriam traídas e nenhuma mulher de beleza comum ou dita “feia” seria feliz”.

 Resenha de Jessica Figueiredo, resenhista do Arca Literária e do Hora da Leitura

Um comentário

  1. Olá, tb li o livro por um book tour, realmente a mensagem que o livro passa é muito bonita, de tocar o coração bem fundo e nos fazer refletir!
    gostei bastante,
    bjs

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here