Ruido Branco – Ana Carolina

1
1016

Você sabe o que é um ruido branco?

Até ler o livro de Ana Carolina esse assunto era por mim desconhecido.

Ruido branco é o som mais complexo de todos, uma mistura de espectros sonoros. Lembra da aula de física quando estudávamos que branco não é a ausência de cor mas sim todas juntas, então…

Lançado pela Editora Planeta no final de 2016, Ruido Branco é mais uma parceria entre a Arca Literária e a editora e gerou em mim sentimentos que até então eu não havia sentido. Um misto de carinho, saudade, dor e euforia ao ler cada página.

O livro começa com 23 poesias , algumas longas, outras bem curtas que falam o suficiente:

 “ Rasguei meu terno. Pulei no mar. Veio uma onda exatamente da minha altura contornando todo o meu corpo e tirou a medida para um terno novo.” (Onda, página 17)

 Com capa dura, preta com uma foto da autora , páginas amareladas com bordas pretas, fazendo um efeito lindo, fotos pretas e brancas no interior, o livro trás também 6 poesias, das 23, em fac-símile , feitas em, se não me engano, em guardanapos.

 A melhor poesia? 41 anos.

Porque?

É a idade que farei no final de abril e me identifiquei por completo com tudo que ela escreveu.

No capítulo das prozas existem 13 textos. Uns me fizeram rir copiosamente, outros me deixaram lágrimas nos olhos. Ri muito de Amsterdam, me coloquei no lugar dela, lembrei de um passado não muito distante.

Algumas prozas são acompanhadas por fotos de quadros,, pintados pela autora, com o mesmo nome do texto.

Poesias musicadas me fizeram viajar, imaginando a própria autora cantando cada palavra, por exemplo, de A pele.

Ao final o livro traz imagens de escritos, fotos, como num diário, um caderninho como é chamado o capítulo.

Ficou curioso?

Corre! Esse livro vai fazer você se apaixonar ainda mais por Ana Carolina, juizdiforana de muitas facetas, muitos talentos.

signature

Um comentário

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here