Resenha – Ellie James – Sonhos Despedaçados

0
565

Esse livro me chamou atenção pela capa misteriosa e pela premissa aterrorizante, então decidi priorizar a leitura, mas infelizmente não foi bem o que eu esperava, pois o livro tem uma história clichê e os personagens não são muito marcantes. Por ser o primeiro livro de uma trilogia talvez a história se desenvolva melhor nos próximos livros.

O livro conta a estória da órfã Trinity, que após a morte de sua avó ela vai morar com uma tia e vai com os amigos da escolas participar de uma brincadeira em uma casa abandonada (destroços do furacão Catrina), só que uma das participantes da brincadeira a Jéssica acaba sumindo.

A trama gira em torno dos poderes paranormais de Trinity, que consegue ver Jéssica, mas não consegue encontrá-la e desde então ela não tem paz, com sonhos e alucinações. Ao longo da estória veremos que esse poder de Trinity é hereditário e ela vai descobrir várias coisas sobre sua família que ela não sabia, aliás, ela não sabia nada, sua avó escondia tudo dela, que vivia como uma prisioneira praticamente.

Jéssica e Trinity não se davam muito bem, Jéssica tinha ciúmes de Trinity com seu namorado Chase e acabou fazendo uma brincadeira estúpida trancando Trinity na casa abandonada, logo após seu desaparecimento as suspeitas acabam recaindo sobre Trinity e Chase, através do clima que está rolando entre eles e também pelas alucinações de Trinity.

A narrativa é em primeira pessoa pelo ponto de vista de Trinity, a leitura embora fluída não prende muita atenção do leitor por vezes um tanto confusa e sem muitos mistérios. Houve uma pequena reviravolta no final, porém nada muito surpreendente, o que me deixou um pouco decepcionada.

Tudo indica que teremos um triângulo amoroso no segundo livro, o que é outra coisa clichê, mas mesmo assim quero continuar lendo a série, parece que o segundo livro vai ser melhor que esse e também vi muitos comentários positivos sobre a série nos EUA, então vamos aguardar por novidades.

Resumindo o livro é mediano e pode melhorar nos próximos volumes, mas se você espera por grandes sustos esse não é o livro, para quem se assusta fácil pode até funcionar, o que não é o meu caso. Recomendo a leitura para quem gosta de tramas adolescentes e de paranormalidade, porém não tenha altas expectativas com esta leitura.

 

Danielle Peçanha

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here