Psicodeidade

0
587

Sabe, tem aqueles dias em que tudo parece confuso

E você se pergunta o que tem feito de errado

Se está tudo certo na sua vida e chegou onde queria

Mas não pode ficar apenas parado.

 — Siga. Enfrente! Siga em frente.

Qual o sentido de tentar alcançar o impossível?

E se todos os seus sonhos forem realizáveis?

Quão pequena é a sua imaginação?

Será o objetivo da vida ficar frustrado?

Ou descobrir que acreditou nas pessoas erradas?

— Siga. Enfrente! Siga em frente.

Senti o meu mundo girando em louca velocidade,

E meus olhos estavam fechados ao terror

As coisas só eram assim na minha cabeça

Não era o mundo que girava rápido, eu que havia parado

em relação ao universo. Então ele disse;

— Siga. Enfrente! Siga em frente.

Oh, Deus, onde você está?

Por que só tenho pesadelos, quando penso nos seus planos?

Você me disse que havia um caminho

E não revelou como chegar lá.

Oh, Deus, você é insano! Agora eu sei.

Tem uma voz gritando no meu lado esquerdo:

— Siga. Enfrente! Siga em frente.

Só pode morrer o que está vivo.

Li em um livro que escrevi, há muito tempo.

Ontem completei mais um ciclo neste mundo

E só agora descobri que sempre quis morrer,

mas para isso tenho que aprender como VIVER.

E você nem se importa quando digo:

— Siga. Enfrente! Siga em frente.

Aprendi uma ou duas coisas novas, entende?

Talvez ainda haja uma chance para mim.

Me livrar das correntes que me acorrentei

Voltar a sorrir e sentir que não é vantagem

ter um bom coração no inferno

Isso serve apenas para dizer, seu lugar não é aqui.

Então, volte pra casa. Ah, volte pra casa!

— Siga. Enfrente! Siga em frente.

Não há como retornar no caminho

As coisas mudam, eu/você sabe, é assim

De alguma forma vai chegar onde estava

Quando finalmente resolveu partir

antes da hora de chegar.

Não pare agora, apenas vá, você sabe…

— Siga. Enfrente! Siga em frente.

A curva está logo ali a esperar.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here