Proibido – Tabitha Suzuma

0
471

No primeiro capítulo da história conhecemos Lochan, um rapaz de 17 anos que está no segundo semestre de aula e desde sempre ele fazia questão de se manter invisível para todos, não gostava de ser notado.

Ele foi chamado pelo orientador educacional para fala sobre seu futuro, já que naquele ano ele prestaria prova para a faculdade, mas teria que ser mais participativo nas aulas.

Lochan tem mais irmãos, que são: Tiffin, Kit, a caçula Willa e Maya, sua irmã/ companheira, pois os dois são responsáveis pela criação dos menores, pois sua mãe quase não parava em casa e era uma irresponsável, ela não liga para os filhos e o que ganha trabalhando usa para ela mesma, deixando muito pouco para seus filhos.

No segundo capítulo conhecemos Maya, que tem muita responsabilidade para os seus 16 anos, mas conta sempre com seu irmão Lochan, que é seu porto seguro.

 “Maya, Maya, olha só o que Kit sabe fazer! – avisa Willa, excitada, enquanto penduro o blazer e a gravata no cabideiro. – Ele acerta os sucrilhos na minha boca mesmo de longe.” Página 21

Para Maya, Lochan era tudo, sabia que sempre a protegeria e que poderia contar sempre com ele, mas tinha noção que não seria sempre assim, pois ele teria sua vida e Lochan tinha esse mesmo sentimento por sua irmã, mas ele não queria de forma alguma depender tanto assim dela.

Um queria o bem do outro e não se imaginavam com ninguém, até que acontece algo, que aflora a relação proibida.

“… O sentimento estava lá havia anos, se aproximando da superfície a cada dia, era apenas uma questão de tempo até romper nossa frágil teia de negação, nos obrigando a enfrentar a verdade e reconhecer quem somos: duas pessoas que se amam- um amor que ninguém mais poderia compreender.” Página 136

Lochan depois de ver o passo que deram , se desespera, pois são irmãos e não podem se relaciona dessa forma, deixando Maya arrasada, tentando encontrar algum sentido para sua vida.

Enquanto tentam de todas as formas abafar esse amor, eles seguem suas vidas, mas sofrendo demais e quando resolvem ceder, acontece algo impressionante!

Não me conformei com esse final, chorei demais!

Considerações

O que dizer de Proibido?  Ele entra para uma das melhores leituras do ano, e olha que ele acabou de começar.

O enredo é forte e bem polêmico e a autora soube explorar com maestria os conflitos gerados por um amor proibido e o abandono que esses irmãos sofreram desde muito novos.
Os personagens são bem complexos e bem estruturados e acabamos sentindo na pele o que eles passam.

Normalmente costumo falar dos personagens separadamente, mas nessa resenha é impossível fazer de tão forte que eles são.

A narrativa é cativante, é impossível não se envolver lendo.

A diagramação está perfeita e não encontrei nenhum erro de revisão.

Leitura forte, tema polêmico, mas recomendo muito e volto a falar: não me conformo com aquele final!

Michelle Ladislau resenhista parceira do Arca Literária e do blog As Leituras da Mila

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here