Ponto de Ressonância – Michelle Paranhos

1
755

Sinopse: Ponto de Ressonância – Década de 1990.As universitárias Ana e Raquel iniciam uma amizade.Raquel é forte e resoluta enquanto Ana é timida e estrategista.Elas são jovens adultas típicas da época,descobrindo o amor e o sexo e cada uma aprende a lidar com os próproios conflitos pessoais e segredos de família.Quandos esses segredos vêm a tona,porém,surgirá a necessidade de acompanhamento terapêutico além de médico,para entenderem as profundas transformações que essa descoberta trará para todos os envolvidos.A trama alterna flasbacks e presente durante as sessões de análise terapêutica.


Resenha:

Tive algumas experiências ruins lendo alguns títulos nacionais. Normal, nem todo mundo nasceu para ser escritor, insiste porque quer, e esta com vontade de colocar algo no papel.

No entanto, sempre estou disposta a dar uma chance a um bom texto seja nacional ou não, livros são livros.

Ponto de Ressonância foi uma grata surpresa, Michelle Louise Paranhos tem clareza de pensamento e conseguiu criar uma história interessante e profunda sobre amizade e amor.

Texto enxuto, redondinho, sem força uma barra de estilo. Sem onomatopeias e descrições absurdamente longas. Uma escritora pronta para crescer, enfim!

Sobre a história.

A narrativa é leve e flui rapidamente, demorei um pouco mais na leitura graças a uma gripe, se não fosse por isso teria lido em uma semana.

Identifiquei-me com alguns dos problemas de Ana, Raquel, e até de Roberta. O clima da faculdade, a amizade das duas personagens, os conflitos emocionais, e o peso da responsabilidade de crescer, as brigas.  Problemas com drogas, o temível assunto aborto, abuso sexual e esclerose. Essa exposição da vida real é o ponto forte do livro.

O modo como compartilham experiências, problemas, alegrias, os amores e namorados. Tantas coisas para administrar e tão pouca experiência.

Os problemas de saúde. Ficar presa numa cama de hospital é algo medonho, passei por isso quando criança e só Deus para me tirar dela. Acho que foi essa coisa da vida real que me fez gostar do livro. Logo nas primeiras páginas do livro quase que me vi tomando soro.

Sai das tramas de fantasia absoluta das quais sou fã alucinada e me entreguei a esse universo tão humano e simples.

Outro ponto positivo foi às reviravoltas ao longo da história, elas me deixaram feliz por ter encontrado um livro leve, simples e gostoso de ler.

Não vou entrar nos detalhes da trama para não fazer spoiles, mas deixo registrado que todos os personagens são bem construídos e nos oferecem boas experiências durante toda a leitura. Recomendo a leitura sem medo. Minha nota? Quatro Beijos mordidos!

Resenha de Nazarethe Fonseca, resenhista do Arca Literária

Um comentário

  1. Adorei a resenha.
    É muito bom ver que nosso livro foi lido com atenção e carinho através de análise clara e direta e observando os mínimos detalhes da trama.
    Agradeço ao site e em especial à resenhista! Muito obrigada!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here