Pedras Negras – Cesar Luis

0
622

Sinopse: Pedras Negras, o primeiro romance do autor, foi lançado em Dezembro de 2014 pela Editora Filhos do Vento, do Rio de Janeiro. Foi um projeto literário que nasceu, amadureceu e se completou entre Janeiro e Abril de 2013. A primeira aventura do personagem Fernando Eastman surgiu após uma elucidativa leitura sobre a pouco conhecida lenda andina de Orejona. Alguns meses antes o autor fez uma viagem pelas terras do Peru e ficou encantado com a beleza e as energias do lugar, em especial Machu Picchu. Da experiência na Cidade Sagrada surgiu o pano de fundo do livro.
“Fernando Eastman é um rapaz que se entrega apaixonadamente numa aventura de conspirações e situações impossíveis pelas terras do Peru e Bolívia. Seu objetivo é elucidar um incrível mistério e fazer com que essa informação possa ser entregue à Humanidade. É uma espécie de busca para corrigir erros graves no pensamento humano que causam muito sofrimento. Uma busca baseada em curiosidade e questionamentos”. – Cesar Luis.


Resenha: A busca pela verdade. Quem nunca quis saber a verdade sobre alguma coisa? Principalmente nos mistérios que o mundo e o universo apresentam? Nós realmente estamos sozinhos no universo? Qual o sentido das pirâmides?

É a esse tipo de pergunta que Fernando Eastman tenta responder, como um estudioso do tema. Filho de Paulo Eastman, desde cedo Fernando foi apresentado aos mistérios da arqueologia e a perguntas que ninguém responde. Mora em Brasília, mas o seu lugar mesmo é no mundo, tentando responder a essas perguntas. Visitando sítios, conhecendo pessoas.

Quando seu pai desaparece, Fernando recebe um chamado do Professor Fontanoura, e ainda quando está no Aeroporto Internacional de Brasília, recebe um pacote contendo um caderno de anotações. Ao chegar em Cuzco, no Peru, e conversando com o seu antigo professor, Fernando toma conhecimento de um fato que dias antes teria mudado toda uma vila, e tudo diz respeito a Lenda de Orejona.

Orejona é, talvez, a maior lenda andina, ou uma das maiores, e ao saber que pode ter em sua posse algo que mudaria o modo de pensar de muita gente, Fernando, juntamente com Lia, uma aeromoça linda e batalhadora, e Rico, assistente do Professor Fontanoura, parte em uma busca pela verdade, visitando lugares místicos conhecidos pelo mundo, como Machu Pichu, a própria Cuzco, Arequipa, Titicaca, o maior Lago acima no nível do mar e Nazca.

Acontece que essa busca não é facilitada pelo governo peruano e boliviano, que querem impedir a todo custo que essa “verdade” seja encontrada e divulgada.

Personagens fortes, carismáticos e que deixam você muito à vontade.

Pedras Negras, do autor César Luis é um livro instigante, permeado de intrigas, teorias de conspiração (que são uma delícia) e uma incrível forma de apresentar alguns fatos apresentados na Bíblia cristã, como o Dilúvio e o Gênesis, a criação do mundo.

Citado no livro, eu já conhecia Erich Von Däniken, escritor suíço, muito famoso pelo seu livro Eram Os Deuses Astronautas?, em que apresenta sua teoria sobre a intervenção de extraterrestres na cultura humana. Inclusive a maioria das informações que mostra em seu livro parte da cultura andina, principalmente Incas (sem esquecer os Maias e os Astecas), a escrita, imagens (uma delas mostra o que seria um astronauta pilotando uma nave), esculturas e as não menos famosas Linhas de Nazca. (Uma visitinha ao Google e você também ficará impressionado)

O autor foi fundo nesse tema, e de forma criativa dá um livro que é ao mesmo tempo intrigante, que faz o leitor no mínimo fazer algumas perguntas, e que é um suspense, pois enquanto Fernando continua sua busca, tenta fugir do Governo Peruano.

Notei algumas falhas na revisão do livro, mas nada que impeça a boa leitura.  Também achei que a obra poderia ter sido melhor tratada na diagramação. Não há forma de capítulos, o que também não atrapalha o entendimento do livro.

Enfim, para quem gosta de teorias de conspiração com mistérios da Humanidade, o livro é excelente. Como Fernando teve que fazer, leia com a mente aberta.

Resenha de Antonio H. Fernandes, resenhista do Arca Literária e do blog Navio Errante

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here