Paula Mesquita

7
1263
  1. Fale-nos um pouco de você.

R: Nasci em Brasília, sempre fui apaixonada em literatura, sou mãe de um casal, amo ler e escrever nas minhas horas de lazer, também gosto de jogar Fishdom e Criminal Case. Meus livros sempre são inspirados nas situações reais que acontecem ao meu redor e na minha vida. Busco mostrar ao leitor que sempre temos um caminho diferente daquele que tomamos. Não importa o quão fundo estamos atolados em nossos problemas, sempre há uma esperança.

  1. O que vc fazia/faz além de escrever? De onde veio a inspiração para a escrita?

R: Eu trabalho numa instituição filantrópica que trabalho com homens em situação de rua. São histórias de vida muito tristes, mas muitas delas são maravilhosas porque vemos a verdadeira transformação daqueles homens. Minha inspiração vem de querer mostrar aos leitores que independente do problema que passamos sempre há uma esperança.

  1. Qual a melhor coisa em escrever?

R: Deixar a nossa imaginação ir por caminhos que muitas vezes nós mesmos não temos a coragem de ir.

  1. Você tem um cantinho especial para escrever? (envie-nos uma foto)

R: Sim. No meu quarto, na mesa em que tem meu computador.

  1. Qual seu gênero literário? Já tentou passear em outros gêneros?

R: O gênero no qual escrevo sempre é romance, mas tenho um livro que é sobre a vida do meu cunhado que faleceu, logo está em drama e nesse momento estou me aventurando no gênero fantasia, pois acordei outro dia com toda uma história na minha mente. Eu sonhei toda ela.

  1. Fale-nos um pouco sobre seu(s) livro(s). Onde encontra inspiração para título e nomes dos personagens?

R: Meus livros em sua maioria falam de superação. Hoje em dia o que mais escutamos são pessoas cansadas da vida e com vontade de desistir. Então pego as situações ao meu redor e faço-as virarem lindas histórias de superação e amor. Quando eu tenho uma história na mente a primeira coisa que defino é o título, pois sem ele eu me perco no desenvolvimento da escrita, pois meus títulos quase são um resumo da história. Quanto aos personagens sempre vou em busca do que cada nome significa e encaixo em cada personagem de acordo com as características de cada um.

  1. Qual tipo de pesquisa você faz para criar o “universo” do livro?

R: Depende de cada história. Para criar Taminah, a Princesa da Pérsia eu pesquisei sobre o Antigo Egito e a Pérsia. Quando eu defino o lugar que se passará a história busco as características do lugar e como seus habitantes vivem. Também observo a reação das pessoas diante de cada situação. Às vezes fico observando meses para começar a criar minha história.

  1. Você se inspira em algum autor ou livros para escrever?

R: Nunca me inspirei em ninguém. Sempre acho interessante essa pergunta e normalmente reavalio se realmente não me espelhei em ninguém e a resposta é sempre a mesma: Não.

  1. Você já teve dificuldade em publicar algum livro? Teve algum livro que não conseguiu ser publicado?

R: Meus livros são publicados apenas em ebooks. Quanto ao físico já busquei algumas editoras, mas umas estão fora do meu orçamento para investir, outras nem se deram ao trabalho de responder e atualmente estou aguardando uma amiga terminar de documentar sua empresa para vermos se chegamos a um acordo.

  1. O que você acha do novo cenário da literatura nacional?

R: Não sei a que novo cenário você se refere, mas se fala de várias autoras surgindo acho legal, porém tenho minhas restrições, pois com a descoberta sexual feminina muito se tem escrito no gênero hot e vejo todos eles serem colocados num patamar superior, todavia nem todos eles são bons e essa generalização é um pouco prejudicial para nossa literatura, pois temos muitos escritores excelentes que não foram reconhecidos ou uma maioria não quer ler por não ser hot. Também tenho visto um protótipo de homens que as leitoras acham perfeitos, mas na vida real seria bastante complicado como Gideon, Grey, Zimmerman… Vejo que a falta ou baixa autoestima tem feito leitoras acharem o máximo se pudessem ter na vida real o homem de seus livros. Isso é perigoso! Penso que nosso universo literário é muito rico e deveria ter outros escritores de gêneros diferentes sendo descobertos. Conheço muitos e são excepcionais. Deixo claro que amo ler hot também. Duas escritoras preferidas minha são: Anne Krause e Paola Scott, porém elas mostram a realidade e são fantásticas no que fazem.

  1. Recentemente surgiram vários pessoas lançando livros nacionais, uns são muito bons, outros nem tanto, outros são até desesperadores, o que você acha sobre este boom?

R: Acho que como tudo na vida, nós temos o modismo também na literatura. Muitas pessoas veem na literatura uma forma de ser reconhecida nacionalmente e porque não dizer internacionalmente. Vejo muito isso em grupos que silenciosamente observo. A carência das pessoas atinge cada dia mais graus elevados e como elas estão ligadas à literatura, esse é o caminho. Escrevem para ter sucesso e não por prazer.

  1. Qual sua opinião sobre os preços elevados dos livros nacionais?

R: Vejo muitos autores reclamando da falta de apoio de suas respectivas editoras. Acredito que o preço elevado se deva ao fato da maioria das editoras estarem preocupadas apenas com a produção do livro e não com a sua venda. Penso que se trabalhassem em conjunto à comercialização todos sairiam ganhando. Se todos trabalhassem em parceria, desde a gráfica até o autor os preços seriam menores.

  1. Qual livro você falaria: “queria ter tido esta ideia”?

R: Nenhum. Gosto do meu estilo de escrita e das ideias que tenho tido.

  1. Se tivesse que escolher uma trilha sonora para seus livros qual seria? (nome da musica + cantor)

R: Vixe!!! Isso é muito complicado, pois tenho muitos livros e normalmente não penso num tema musical. Apenas quando vou escrevendo vem alguma música, mas isso tem a ver com cada enredo.

  1. Já leu algum livro que tenha considerado “o livro de sua vida”?

R: Nenhum. Contudo tem uma autora que todos os seus livros falam muito ao meu coração. Seu nome é Lenny Silva e seu mais novo livro que tem falado muito não só ao meu coração como a minha alma é Sempre em Meu Coração.

  1. Você tem novos projetos em mente? Se sim, pode falar sobre eles?

R: Tenho três projetos atualmente. Dúvidas do Coração que terá como tema as dificuldades e os preconceitos vividos por mães solteiras, Chances e Escolhas – Livro 3 da Trilogia Chances que mostrará os cinco personagens do livro 2 mostrando do porque eles terem chegado nas suas respectivas situações e a história no gênero da fantasia que ainda será segredo. (risos)

  1. Você acompanha as críticas feitas por blogueiros nas redes sociais? O que você acha sobre isso?

R: Acompanho alguns e como em todas as nossas áreas uns levam a tarefa a sério e fazem excelentes trabalhos, outros são apenas os bajuladores que se vendem por qualquer mimo. Contudo, aqueles que fazem corretamente ajudam bastante os escritores que gostam da seriedade no trato das suas obras.

  1. Se pudesse escolher um leitor para seu livro (escritor, alguém que admire) quem seria?

R: Infelizmente não poderei responder corretamente essa pergunta, pois tenho vários leitores e escritores que admiro. Entre eles: Evando, Domenica, Claudia Misael, Renata, Anne Krause, Numa Ribes, Shay Nuran, Cris Andrade, Lena Rossi, Tamy Oliveira, Paola Scott, Lenny Silva, JM Alvarez… São muitos!!!!

  1. Qual a maior alegria para um escritor?

R: Para muitos o sucesso, para mim quando vejo que o leitor captou a mensagem do meu livro.

  1. Deixe uma mensagem a nossos leitores e para aqueles que estejam iniciando no mundo da escrita literária.

R: Quero agradecer a cada um de vocês que têm acompanhado meu trabalho e demonstrado seu carinho por mim e pelas minhas obras. Ajudem a divulgar a literatura nacional em suas redes sociais quando lerem algum livro que gostaram. Uma hora nós faremos a diferença.

A você que está iniciando no mundo literário faça por amor e prazer à literatura, não se deixe perder no caminho, pois no final apenas sobrará à mediocridade. Tudo na vida passa, lembre-se disso. Que Deus abençoe a cada um de nós!

Quer ser divulgado por nossa equipe? Clique aqui

7 Comentários

  1. Uma das autoras que mais admiro no meio literário. Parabéns pela entrevista, Paula! Te desejo muito sucesso com seus livros ????
    Parabéns ao blog também, pela excelente matéria!

  2. Amiga Ana, que Deus continue a te abençoar nessa longa estrada da literatura. Você está sendo um instrumento de Deus para nos levar tantas histórias lindas e agradáveis. Amo ler seus livros, sei que faz por amor e com muito carinho. Parabéns!!!

    • Emocionei Mi! E acredito exatamente nisso. Que a escrita tem que vir do coração, senão não terá como alcançar outros corações. Deus continue nos abençoando!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here