Para Depois Que eu Partir – Heather McManamy e William Croyle

2
1490

Para depois Que eu Partir foi um livro que me chamou muito a atenção logo que começaram a divulgação e assim que tive a oportunidade de lê-lo, não pensei duas vezes. Esse livro conta a história de Heather, uma mulher que em plena vida ativa é diagnosticada com um câncer de mama em estágio terminal e que apesar de ver seu mundo desabar, apesar de passar por momentos muito tristes e desesperadores, encontrou uma forma de passar o tempo que lhe restava de vida, com algo que lhe dava prazer.

 Esse é aquele tipo de livro que é meigo e ao mesmo tempo muito forte, pois, é essa a imagem que temos da protagonista, uma mãe carinhosa, amorosa, que ama viver, que ama mais que tudo a sua filha e mesmo com toda a dor e luta contra uma doença tão devastadora e principalmente em si tratando de alguém que já havia recebido um diagnóstico de tempo de vida tão curto, Heather encontrou uma forma de  vislumbrar o futuro que ela sabia que certamente não veria, passou a escrever mensagens para vários momentos que sua filhinha certamente passaria e através dessas mensagens que ela passou a escrever para a filha Brianna, ela imaginava que estaria presente nesses momentos.

 Apesar de tratar de um tema triste, esse é um livro muito cativante, pois trata de um tema muito real, muito humano e que emociona bastante. Até por que o seu foco não é a morte, pelo contrário, o foco é a vida, a beleza da vida e o amor verdadeiro de uma mãe por uma filha. No livro Heather conta a sua trajetória desde a descoberta do câncer, do apoio que recebeu dos amigos e principalmente do marido, da alegria proporcionada pela filha e de como passou a perceber a vida e as atitudes das pessoas de forma diferente após a descoberta da doença.

O livro possui uma capa bonita, meiga, que nos remete a uma serenidade muito boa em se tratando de um tema tão forte. A história é contada em primeira pessoa e durante a leitura podemos ficar ainda mais próximos e sentir ainda mais o grande amor de Heather pela filha, através de algumas das muitas mensagens que a Heather deixou para a filha e que foram colocadas no livro após o término de cada capítulo. Ao final do livro os autores fizeram questão de citar as organizações que ajudaram essa mãe incrível desde o diagnóstico do câncer, o que nos deixa ainda mais próximos da história e da sua realidade.

 Para depois Que eu partir é um daqueles livros emocionantes do início ao fim e que nos faz pensar no quão vulneráveis nós somos, mediante as peças que a vida nos prega. Nos faz refletir também na importância de amar, de dedicar nossas vidas para coisas boas e na importância de conviver, sermos gentis, de amarmos e sermos verdadeiros com todos, mas principalmente de não desperdiçar os momentos que temos com aqueles que amamos e que sabemos que nos amam, pois o hoje é o que estamos vivendo, mas o amanhã sempre será uma surpresa e que muitas vezes pode ser maravilhosa, mas em outras, podemos nos deparar com situações bastantes difíceis.

 Até breve…

signature

2 Comentários

  1. Obrigada Magno. É realmente um livro muito bom. Tenho certeza que se você ler não se arrependerá.

  2. Gostei da resenha e achei o livro bem legal. É um tema forte e tendo em vista que muitas pessoas passam por essa situação, acaba sendo um incentivo para que essas pessoas lutem pela vida. Parabéns pela resenha.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here