O Teatro do Sonho – o milagre e o palhaço – Vitor Chaves de Souza

0
518

Como fazer uma resenha de um livro em que você se perde nas retóricas? Onde o Lúdico e o onírico se unem e não deixam espaço para o normal, e, aliás, o que seria normal na narração ora poética, ora realista.

A leitura do livro Teatro do Sonho é uma viagem fantástica, onde o pensamento vaga, a sua imaginação vai ao ponto mais alto e tudo o que resta é uma tentativa vã de entendimento do que não pode ser entendido, apenas usufruído.

Teatro dos Sonhos narra a reconstituição de alguns manuscritos encontrados por Jorge de Totono, personagem fictício, que mesmo após a perda dos escritos consegue reescrevê-los de memória. Esses manuscritos narram os dilemas da condição humana, e em muitas vezes é provável que nos percamos nesses mesmos dilemas, e em outras vezes conseguimos nos encontrar, nos ver e reconhecer.

Entre os personagens é possível destacar como principais o Velho e o Palhaço, como dualidades de uma mesma condição, rivais em si e da mesma mulher, um perseguindo o outro.

Confesso que não foi fácil fazer essa resenha, foi bem complicado, e imaginei várias pessoas que adorariam ler este livro. Hehehe. Foi uma verdadeira viagem. Em todos os aspectos.

Ainda assim recomendo para aqueles que gostam de textos lúdicos e oníricos. E arrisco a dizer que é um texto bem filosófico, aliás, como toda narração da condição humana.

Antonio Henrique Fernandes

Resenhista

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here