O Pequeno Príncipe: com as aquarelas do autor – Antoine de Saint-Exupéry

0
519

A obra começa com a infância do narrador-personagem Saint-Exupéry relatando a frustração em relação aos seus desenhos perante os adultos que não compreendiam o que ele desenhava e se tornava cansativo tentar explica-los. Ele se torna um grande aviador, conhece muitas cidades e pessoas até o seu monomotor dar uma pane e cair no Deserto do Saara. Havia abandonado os desenhos até que conheceu O Pequeno Príncipe que não só pediu que ele desenhasse como compreendeu o significado de cada um.

         Ele nos conta sobre a chegada do Pequeno Príncipe a Terra, seu planeta, o asteroide B 612, sua Rosa, viagens a outros reinos e na essência de cada aprendizagem adquirida do jovem Príncipe. O Pequeno Príncipe começou a viajar pelos asteroides para procurar uma ocupação e conhecimento. O primeiro era habitado por um rei mandão, o segundo era habitado por um vaidoso, o terceiro era um beberrão, o quarto um homem de negócios, o quinto por um acendedor de candeeiro, o sexto por um velho senhor e o sétimo, a Terra.

         “Só se conhece as coisas que se cativa, disse a raposa. Os homens não têm mais tempo de conhecer nada. Eles compram as coisas prontas dos mercadores.  Mas como não existem mercadores de amigos, os homens não têm mais amigos. Se você quer um amigo, me domestique!”. (p. 68)

        O Pequeno Príncipe é um clássico da literatura mundial e nos conduz a exercer reflexões filosóficas, faz um doce passeio na nossa infância e nos faz rever valores. Pode ser usado como complementos de leitura na escola, assim, como leitura familiar, resgatando valores perdidos ou não compreendidos.

       O livro tem uma narrativa agradável e envolvente e perpassa por várias áreas, como: cálculos, geografia, astronomia, política e outras. Remete-nos a nossa infância e faz os adultos encontrarem a criança perdida dentro de cada um de nós. As lições dadas são primordiais para o nosso crescimento enquanto pessoa. São lições valiosas e que atingem direto o coração.

         O autor da obra Antoine de Saint-Exupéry (1900-1944) foi um escritor, ilustrador e piloto francês. Serviu durante a Segunda Guerra Mundial e faleceu durante uma missão de reconhecimento. Escreveu diversas obras e artigos discorrendo sobre a guerra e a aviação. Os destroços de seu avião foram localizados em 2004, mas seu corpo nunca foi encontrado.

         Por fim, o livro por ser de bolso ajuda na leitura no que tange a mobilidade do leitor, as aquarelas são lindas e a diagramação de boa qualidade. Indico a obra para todos aqueles que desejam conhecer lições simples, porém com uma grande carga emocional. Mostra o amor nas coisas simples da vida, a amizade verdadeira, espirito de equipe e a lealdade. “O verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá mais se tem.”

signature

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here