O Grupo – Saulo Moreira

0
590

Escritor do Vale do Aço publica suspense polêmico na Bienal de 2016.

Desde a adolescência, o timotense, Saulo Moreira cultiva o hábito de criar histórias. Mas foi apenas aos 32 anos que decidiu embrenhar-se na selva literária. Em poucos meses, estava pronto seu primeiro suspense intitulado “O Grupo”, foi lançado em 03 de setembro, durante a 24º Bienal Internacional do Livro de São Paulo pela Editora PenDragon.

O livro narra a trágica e perturbadora história de Júlio e Rodolfo. Amigos que cresceram jogando RPG (sigla do inglês: role playing game, algo como, jogo de interpretação de personagens) com outros colegas. O primeiro, de origem humilde, filho de pais separados, não teve apoio psicológico ou financeiro para estudar e acabou se estagnando acadêmica e profissionalmente. O outro, filho de uma típica família de classe média, teve apoio nos estudos, passou em Faculdade Federal e se mudou.

Apesar das diferenças socioculturais, os dois nutriam uma verdadeira amizade. Após meses separados resolveram reunir todo o grupo de amigos para passarem um feriado inteiro jogando, bebendo e se divertindo em um sítio isolado.

Então, o inesperado acontece, uma figura mascarada persegue um dos integrantes do grupo dizendo que o jogo é um pecado. Alega que somente sangue pode lavar tal mácula e com um macabro ritual envolvendo velas, pentagrama e artigos do jogo de RPG, assassina um dos jogadores.

O suspense aborda a psique humana de uma maneira crua e direta, fazendo o leitor transitar entre o ódio preconceituoso da misteriosa figura vestida em branco e vermelho e o desespero das vítimas. Além de demonstrar o comportamento libertino e inconsequente de alguns personagens.

Aproveitando da polêmica e infindável discussão sobre a influência que jogos violentos e o RPG teriam no comportamento dos jovens. O autor debate também sobre as consequências que preconceito racial, intolerância religiosa, exclusão social e falta de apoio familiar teriam na formação dos jovens.

O livro chamou a atenção de jogadores e não jogadores, sendo elogiado pela originalidade no tema.  Também arrecadou público de diversas idades e já conquistou ótimas notas e resenhas no Skoob.

“Muitos me elogiaram pela ideia de usar o RPG como pano de fundo em um livro de serial killer brutal e violent. Mas sempre ressalto que não é apenas morte e sangue. Eu desenvolvo bem os personagens e as interações entre eles. E realmente há uma discussão por trás disso tudo. Será que jogos são capazes de influenciar o comportamento dos jovens”?  Diz o autor.

 
Sobre o autor:

Saulo Moreira nasceu em Coronel Fabriciano e cresceu em Timóteo. Apaixonou-se por literatura quando conheceu Agatha Christie e futuramente viria a admirar escritores de diversos gêneros como J. R. R. Tolkien, George R.R Martin, Anne Rice e Bernard Cornwell. Formado em Direito, é servidor público há oito anos.

Joga RPG desde os 17 anos, começou com o famoso jogo eletrônico japonês, Final Fantasy VII. Aos 19 conheceu Never Winter Nights e pouco tempo depois começaria a jogar Dungeons and Dragons com os amigos.

Reflexivo, intenso e curioso, escreve por paixão! Em 2003 começou através de poesias e crônicas que viriam a ser publicadas num extinto site chamado Sombrias Escrituras. Anos depois, em uma mesa de RPG com os amigos, nasceria a ideia de “O Grupo”, a primeira das muitas ficções que estão por vir.

Seus escritos ultrapassam as fronteiras dos gêneros: suspense policial, terror, ainda aborda romance, erotismo e drama familiar.

Informações de Contato:

Saulo Moreira

Facebook: www.facebook.com/saulo.moreira.90

FONE: (31) 98714-8144

E-MAIL: saulodcmoreira@gmail.com

Para adquirir clique aqui

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here