O Duque e Eu – Júlia Quinn

1
575

Duque e eu é o primeiro livro da série Os Bridgertons, que é composta por 9 livros. A série inicia-se com Daphne irmã número 4 da família Bridgertons. Apesar de ser uma garota divertida, gentil e bem humorada, Daphne não consegue chamar atenção dos cavalheiros de Londres que só a enxergam como uma amiga e sem intenção alguma de corteja lá. Por viver em uma família com 8 irmãos, seu maior sonho sempre foi casar e constituir uma família. Mas conforme o tempo passe ela ver seu sonho distanciando se ainda mais.

”Eu quero um marido. Uma família. Não é tão bobo quando se pensa nisso. Sou a quarta de oito filhos. Só conheço famílias grandes. Não sei se saberia existir fora de uma.”

No entanto, com a  chegada do Duque a cidade ela começa a ter esperanças novamente.

Simon, o Duque de Hasting, é rico, bonito e solteiro. E atualmente o homem mais desejado por todas as mulheres da alta sociedade, que o enxergam como pretendente perfeito para marido. Só que há um problema, Simon não pretende se casar, e não faz cerimônia em deixar isso bem claro a todos que quiserem ouvir. Só que infelizmente para ele, isso não é o suficiente para afastar essas mulheres desesperadas por um marido. E ele precisa de um plano para afastar essas mulheres.

Depois de passar um temporada fora, Simon retorna para Londres, onde seu melhor amigo, Anthony, mora e que acaba por ser irmão mais velho de Daphne. Em um baile organizado por uma senhora da alta sociedade, Simon e Daphne acabam se conhecendo e o primeiro encontro deles não poderia ser mais divertido. Depois de Simon supostamente salvar Daphne de um pretendente inconveniente, ambos começam a sentir uma atração que preferem ignorar.

“A menos que estivesse apaixonada por ele. Será que desistiria do sonho de ter uma família porque o amava?”

Durante sua primeira experiência em um baile  onde várias mães o pressionam para cortejar suas filhas. Simon que definitivamente não tem intenção de se casar, cria um plano que tem como cúmplice, Daphne, uma garota que não ver a hora que seu casamento acontecerá. Com esse plano Simon fugiria das garras das mulheres da sociedade e ajudaria Daphne a ser vista por outros olhos pelos seus pretendentes. Ele começaria a corteja lá, afastando, assim a atenção de outras mulheres para ele e chamando a atenção de outros homens para Daphne. Porém nem tudo saí como o planejado,  pois a atração que eles tentam tanto esconder está mais forte do que nunca. E a medida que farsa se desenrola, eles já não conseguem separar a realidade da ficção.

Ler Os Bridgertons foi uma novidade para mim, principalmente pelo fato de que eu tinha um certo preconceito em relação aos romances históricos. Contudo, a experiência lendo esse livro foi fantástica e  já adicionei esse gênero aos meus favoritos. Acho que isso se deve principalmente a escrita magnífica de Julia Quinn. De uma forma espontânea e apaixonante, ela consegue desenrolar uma linda história de amor com uma pitada de humor e mistério. Siiim! A autora consegue nos deixar curioso em relação a uma personagem bastante intrigante no enredo. Afinal, quem é a Lady Whistledown?

E se a história de Simon e Daphne já era um incentivo suficiente para continuar a conhecer essa série, imagine com esse acréscimo de querer conhecer a verdadeira face dessa jovem jornalista.

Como todo bom livro que se preze, Duque e eu, apresentam alguns clichês, mas ainda consegue manter algumas características próprias. Simon e Daphne são como água e  óleo, ambos possuem sonhos e certezas diferentes. Mas por um acaso eles vêem seus destinos traçados e não podem evitar a intensidade que cada um leva no outro. Simon ao contrário de Daphne, não teve uma infância preenchida com amor e compreensão, sendo criado por uma Ama logo após ser rejeitado por seu pai, ele começa a viver exclusivamente para vingar-se de seu pai. E mesmo após a sua morte, Simon, não consegue superar a raiva e a rejeição que sofreu. Mas quando Daphne entra em sua vida ela o faz enxergar que existem coisas maiores do que qualquer vingança e ensina o verdadeiro significado do amor. Algo que até então para ele era algo improvável. E aos poucos os sonhos de Daphne passam a ser seus também.

signature

Um comentário

  1. Eu gosto muito de histórias de época e essa parece ser bem legal. Gostei da dua resenha, bem detalhada e gostosa de ler. Parabéns

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here