O Ceifador de almas – Roberto Ferrari

0
109

Três mulheres jovens desaparecidas e encontradas posteriormente, mortas do mesmo jeito, faltando partes do corpo e penduradas por um gancho, e para completar, com sinais de canibalismo. A região de Dracena, interior de São Paulo está em Polvorosa, e a Polícia não tem pistas do assassino, que dramaticamente foi apelidado de CEIFADOR DE ALMAS. Os crimes aconteceram nos municípios de Panorama e Ouro Verde. Todos temiam pelas jovens das cidades próximas, principalmente em Dracena e andar sozinha era praticamente uma proibição tácita.

Para tentar encontrar e prender o assassino serial, Carlos, Delegado de Polícia, foi solicitado em auxílio pelo colega de Panorama, Sebastião, já que Carlos residia na cidade, no entanto, fugindo desse tipo de trabalho.

Piorando a situação, os crimes se assemelhavam bastante com outros crimes, de um serial killer que também foi chamado de CEIFADOR DE ALMAS, este original, no entanto, agindo há mais de 70 anos e agora desaparecido. Um imitador? Ou o próprio Ceifador original, nada podia escapar da polícia.

Após o desaparecimento de mais uma jovem, começa uma caçada de gato e rato, envolvendo Carlos e o Ceifador de Almas. Será que Carlos consegue desvendar a identidade do criminoso e assim conseguir salvar a jovem, ou ela morrerá da mesma forma que as demais moças?

Essa é a premissa do livro escrito por Roberto Ferrari, que nos trás uma narrativa muito ágil e insinuante, que prende o leitor que a cada página que passa fica mais curioso em desvendar o crime juntamente com seu protagonista.

Apesar da leitura muitas vezes ser prejudicada pela diagramação do livro e algumas vezes os diálogos ficaram um pouco confusos (há momentos que não dá para perceber quando se encerra o diálogo ou que o personagem continua a conversar. E isso em um livro de mais de 400 páginas pode prejudicar um pouco a leitura.

Houve também um pouco de confusão no tratamento de quem investiga, ou seja, de quem fica a responsabilidade de investigar os crimes, delegado, investigador, polícia judiciária ou polícia fardada e isso poderia ter ajudado um pouco mais no andamento da história.

Ainda assim, o livro é muito bom e recomendo. E tenha ciência de que em alguns momentos você vai sentir um pouco de náuseas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here