O Ato de Perdoar

2
690

O ato de perdoar.

 

Muitas pessoas falam que perdoar é divino. Acredito que Deus, em sua infinita bondade, sempre vai perdoar nossos deslizes, nossas fraquezas, afinal, somos humanos, estamos aqui para aprender.

Meu entendimento sobre perdoar é divino é que na realidade quando uma pessoa fala essa frase, está apenas repassando uma responsabilidade, algo do tipo: “não sou eu, é você”. No caso, ela se exime do perdão.

Quem pede perdão, do fundo do coração, quer que a pessoa ofendida a perdoe, não quer o perdão divino. Isso já seria outra questão, íntima de cada um, dentro de sua fé.

Guardada as devidas proporções, é como atribuir todos os seus erros, maldades e falhas ao diabo. “não foi eu, foi o diabo!”.

É muito fácil fugir da responsabilidade.

Voltando ao tema do perdão, alguém já disse que esse ato é completamente libertário, e deve ser mesmo, porque alivia a sua alma, independente do que a outra pessoa fez. Mas o perdão tem que ser verdadeiro, não da boca para fora, apenas por dizer.

O símbolo bíblico para isso é dar a outra face. Sempre uma segunda chance. Temos que lembrar que não somos santos, somos pessoas em aprendizado neste mundo e erros são comuns.

Difícil? Sim. Concordo que é muito difícil perdoar, porque às vezes o erro foi grave, as conseqüências foram dolorosas, mas quando perdoamos, o nosso espírito fica mais leve, as mágoas e feridas tendem a cicatrizar mais rápido.

Vamos treinar com as pessoas mais íntimas de nossas vidas, pais, irmãos, filhos, até porque com eles é mais fácil (ou mais difícil dependendo do ponto de vista) perdoar alguma falha. Quando conseguimos perdoar, de verdade, aí conseguiremos fazê-lo com qualquer pessoa.

Há outro ponto que seria o fato de nunca pensarmos que algo muito ruim possa acontecer conosco, ou com a nossa família. E na maioria das vezes não nos colocamos no lugar de quem já passou por situação que necessite de um perdão, como por exemplo, a mãe ou pai que perdoa o assassino de seu filho, ou filha.

Perdoar nos dá outra dimensão sobre como o ser humano pode ser gentil, bondoso, generoso e, principalmente, sentir amor ao próximo, mesmo que ele tenha feito uma coisa muito ruim e que nos tenha prejudicado em algo.

Também acredito que o Perdão é um dos atos que mais nos aproxima de Deus.

Perdoar é pura demonstração de amor.

Antonio Henrique Fernandes

Colunista

2 Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here