Nos Braços do Roqueiro – Terri Anne Browning

8
1182

A série The Rocker é composta por nove livros escritos pela autora Terri Anne Browning. A história gira em torno de quatro rapazes (Jesse, Nik, Drake e Shane) que formam a banda Demon’s Wings e a jovem Emmie, que é uma espécie de secretária do grupo. Aqui no Brasil por enquanto só foi lançado o primeiro livro, “Nos Braços do Roqueiro”, publicado pela Editora Bezz em 2016.

Os livros são finos e dá para ler em um dia. O primeiro volume possui 147 páginas e eu devorei em quatro horas. Observei, através de algumas consultas que fiz sobre a autora e os outros livros, que cada um deles trata de uma historia com início e fim. Ainda assim a leitura precisa ser em sequência.

Emmie é uma garota que sofreu muito na infância. Sua mãe era dependente química e por diversas vezes a espancava. Quando isso acontecia a menina saía do trailer minúsculo onde vivia e ia para um outro maior, onde moravam os quatro rapazes, em início de carreira. Eles “adotaram” a guria como irmã caçula e cuidavam dela com todo carinho.

No início da adolescência a mãe veio a falecer por causa de uma overdose, e como não possuía outros parentes, os rapazes passaram a serem os tutores legais dela.

Agora, já adulta, Emmie retribui o que recebeu cuidando dos rapazes. A banda ficou famosa. Ela cuida da agenda de shows, entrevistas. Organiza a bagunça deixada por eles. Trata de mantê-los de eixo.

Só que Emmie nutre um sentimento que vai além do amor fraternal por um deles. Ela tenta esconder isso, pois sabe que é algo improvável de ser correspondido. Só que algo acontece e ela terá que encarar sua paixão pelo roqueiro de frente.

Sinceramente a historia fica devendo. É cheia de lacunas não preenchidas. Tem fatos que você fica perguntando como se desenrolou para chegar àquele final. Não entendi também por que o livro é classificado como erótico; são poucas as partes que trabalham isso.

Fica a expectativa em saber se essas lacunas serão preenchidas nos volumes seguintes. Por serem outras histórias envolvendo os personagens, acho pouco provável.

signatureResenha de Renato Neres

8 Comentários

  1. Olá, Renato!
    Gosto desses livros curtos para ler entre leituras mais densas. Infelizmente, talvez por serem tão curtos, também fico com a sensação de serem superficiais, semelhantes aos filmes”Sessão da Tarde”…..rs. Desde que li “Talvez um Dia” estou com uma paixonite por temas musicais, então é possível que acabe lendo esse em algum momento.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here