Na morada das Palavras – Rubem Alves

Na morada das Palavras – Rubem Alves

0 122

Alguns escritores e algumas escritoras, pela imensa capacidade de “dar vida” às palavras e alcançar os(as) leitores(as) de forma mais intensa, de forma mais apaixonante, conquistam públicos de todas as gerações, em diferentes lugares, de diferentes classes, de todos os gêneros.

binäre option trade Um dos grandes expoentes da nossa literatura é Rubem Alves.  É notória a sua contribuição para nossa cultura, nas diversas áreas em que ele atuou durante toda a sua vida.  Muitos dos seus escritos e ensinamentos estão proliferados nos quatro cantos do país.

http://www.youngasianescorts.co.uk/?baletos=%D8%B9%D8%AF%D8%AF-%D8%AB%D9%86%D8%A7%D8%A6%D9%8A-%D8%A7%D9%84%D8%AE%D9%8A%D8%A7%D8%B1%D8%A7%D8%AA-%D8%A7%D9%84%D8%B3%D9%85%D8%A7%D8%B3%D8%B1%D8%A9-%D9%87%D9%86%D8%A7%D9%83&bb0=de Dentre as suas habilidades, a arte de escrever crônicas é a que eu mais admiro. Já me debrucei com textos belíssimos, histórias cativantes, que alimentaram a minha alma e serviram de inspiração para diversos momentos na minha trajetória de vida.

Desta vez fui alcançado com os textos presentes no livro “Na Morada das Palavras”, obra publicada no ano de 2003 pela Editora Papirus. É composto por 23 crônicas, distribuídas em suas 139 páginas. Cada uma delas uma verdadeira preciosidade, onde sabedoria e bom humor estão presentes.

Logo no sumário, foi atraído pela forma como os títulos foram disponibilizados. Estão divididos em cinco blocos, e cada bloco recebe o nome de um cômodo da casa. Eles também se encontram num desenho em formato de uma planta de uma moradia, o que nos remete automaticamente para o título. No transcorrer da leitura, identifica-se que cada bloco traz um tipo diferente de texto. Na “biblioteca”, por exemplo, leremos crônicas que possuem teor mais reflexivo. E por aí vai.

الخيارات الثنائية احتيال تجاري أو لا Temas como o valor e a importância da justiça, a observação das coisas mínimas quando queremos desvendar segredos e uma metáfora para falar sobre os saberes individuais quando ele diz “ave que sabe voar, raposa não consegue pegar” compõem a sessão do “Porão”.

http://thoughtden.co.uk/?stranuychelovek=demo-operazioni-binarie-option-24&ad7=2f E as metáforas passeiam de forma constante em todo o livro. É uma maneira bastante prática quando se quer ensinar algo. Era desta forma que Jesus ministrava aos seus discípulos.

Para terminar, quero destacar um dos trechos que muito me atraiu. Está na crônica “A beleza dos pássaros em voo”, onde o escritor, que completara na época 70 anos, fala da brevidade da vida e da importância de se dizer as coisas:

http://maltonmc.co.uk/images/mediaaccred2015.pdf “Toda alma é uma música que se toca. Quis muito ser pianista. Fracassei. Não tinha talento. Mas descobri que posso fazer música com palavras. Assim, toco a minha música… Outras pessoas, ouvindo a minha música, podem sentir sua carne reverberando como um instrumento musical. Quando isso acontece, sei que não estou só. Se alguém, lendo o que escrevo, sente um movimento na alma, é porque somos iguais. A poesia revela a comunhão.”

http://blog.stylein.se/?vinuk=bin%C3%A4ra-optioner-svenska-m%C3%A4klare&205=b5 signature

Nenhum comentário

Deixe um comentário

si pagano tasse sulle opzioni binarie

http://rainierinspections.com/wp-cron.php?doing_wp_cron=1512798702.5445210933685302734375