Mosaicos Urbanos – Mauricio R.B. Campos

0
897

Sinopse: “Os contos falam de descobertas: investigações policiais, encontros e desencontros amorosos e descoberta e aceitação de identidade.” – Michelle Louise Paranhos

Mosaicos Urbanos é um livro que reúne contos selecionados por sua qualidade literária, sendo que alguns foram premiados. Contos policiais são mesclados a narrativas e reflexões sobre o amor e a existência, a perda e os sentimentos contraditórios que estão sempre presentes no espírito humano. Alguma prosa poética e alguma poesia incidental.
Este livro já foi traduzido para o inglês, espanhol e italiano, disponível pela editora Babelcube.


Resenha: A Edição Comemorativa de Mosaicos Urbanos do autor Maurício R.. B. Campos despertou minha atenção assim que visualizei a capa do livro pela primeira vez.

          Sem entrar em polêmicas literárias sobre o valor da capa para uma obra literária e se deve ou não julgar um livro pela capa,existe sim ,a meu ver,exceções ao senso comum: a capa deverá ser entendida como parte integrante do texto, compondo uma introdução para o leitor,ao  despertar-lhe o desejo de conhecer a trama pela beleza e capacidade de retratar a obra em questão,antes mesmo de que o leitor tenha a oportunidade de apropriar-se dos textos de contracapa(sinopse) ou orelhas.E é exatamente este caso aqui retratado.

           A composição do título e do jogo de cena é espetacular, criando uma familiaridade para o leitor com a perspectiva do autor.

         O fotógrafo enquadrou a imagem de tal forma que o ângulo originado permitiu ao leitor sentir-se parte da cena, olhando para cima e visualizando o céu entrecortado por um mosaico arquitetônico projetado pelos arranha-céus.

        Cada ponto de vista- personagens, leitor, narrador e autor- contam uma história diferente com detalhes e perspectivas únicas, e o todo desse mosaico só poderá ser compreendido ao olhar a cena por inteiro, na última palavra do último conto desta premiada compilação em que se comemora a terceira tradução desta obra.

        Em sua maioria os contos falam de descobertas: investigações policiais, encontros e desencontros amorosos e descoberta e aceitação de identidade.

        Em sua maioria, são contos premiados ou que receberam menções honrosas; logo se percebe a razão: cada palavra foi colocada pelo autor com precisão e sensibilidade no lugar devido.

     Gostei muito dos contos em que predominou o clima de suspense tendo o escritor de romances policiais de sucesso, Arturo de Oliveira, como protagonista; especialmente aquele em que contracenou com a investigadora Carolina Kress,adicionando-se como ingrediente a sedução não- declarada entre eles.

       Quero destacar dois contos, porém, que foram meus preferidos: O Palhaço e Origami; este último conto encerrando brilhantemente a compilação.

       O Palhaço fala da relação conflituosa entre pai e filha tendo como cenário a Folia de Reis.

      A trama de Origami desenrola-se através de três pontos de vista de uma mesma cena: os preparativos para uma festa japonesa onde será montada a barraca de origamis. Como se cada ponto de vista fosse uma dobra do papel, cada perspectiva revela trechos únicos da história, e o leitor só saberá o que realmente aconteceu ao dobrar a última parte do Tsuru ou passarinho da sorte japonês. O Apêndice conta para quem não conhece a lenda do Tsuru.

        Mosaicos Urbanos é um livro que faz jus aos títulos recebidos. Recomendo.

Adquira o livro clicando aqui!

Livro físico:  Clube dos Autores, Amazon

Divulgue seu livro!

Resenha de Michelle Paranhos, resenhista do Arca Literária e do blog Café Literatura

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here