Mais que Uma Escolha – Bruna Longobucco

1
779

A leitura do livro que contém 220 páginas é leve e divertida, durante a leitura sentimos diversos sentimentos, choramos, sentimos raivas, rimos ou ficamos nervosos demais esperando a nova cena que o livro nos traz, e toda cena tem surpresa nova, é demais!

Os personagens da história foram bem construídos e principalmente o cenário que a história foi ambientada também e tudo foi bem descrito, mas de uma maneira tão legal que não chegou nem perto de ser cansativa, tanto que li bem rápido o livro.

 Sara – uma das principais da história – sempre precisou conviver com o mundo de sua mãe, Maria, e de seu pai, Almir. Almir é um fazendeiro rico enquanto Maria é uma mulher ambiciosa que muitas vezes quando não está casada com um homem rico, ela é sustentada pelo dinheiro que Almir dá para sua filha. Muitas vezes o jeito da mãe de Sara fez com que o pai a achasse igual sua mãe, ambiciosa e interesseira, e isso fez com que cada vez mais Sara se afastasse de seu pai e seu pai se afastasse dela.

 Caio trabalha na fazenda de Almir e ele o vê como um filho que nunca pôde ter.

Em uma das visitas indesejadas de Sara na fazenda de seu pai ela recebe um não e sai correndo e pega um carro e sai feito uma louca, Almir pede que Caio procure e a traga de volta, Caio foi atrás dela e encontrou já que a lata-velha parou de funcionar, e sem mais nenhuma forma de voltar, Sara precisou subir no cavalo e ir segurando a barriguinha sexy de Caio (risos.).

 Depois de alguns anos, a mãe de Sara se arrumou tudo e vendeu até a casa que tinham para turbinar sua beleza e viajar com um possível marido para sustentarem elas e com isso a visita inesperada de Sara na fazenda faz com que Almir fique surpreso, mas mesmo assim, continua a achar que sua filha é igual à mãe e que não vale um pequi podre. Ela tem diversos passatempos como pintar e ler, e é uma das coisas que ela mais faz durante sua estadia na fazenda. Sara precisou trancar sua faculdade e voltar para a fazenda do pai, o mesmo lugar que ela não se sentia bem vinda.

 Nesta visita, Sara descobre que seu pai casou-se com Carminha, uma mulher de costumes típicos e simples e ainda é uma mulher boa e simpática com todos. Caio começa a sair com Sara e os dois descobrem que se amam mesmo com seus mundos diferentes e mesmo que Almir não aprove o relacionamento – pois acha que Sara é igual à mãe e está fazendo isso só para provocar ele, já que ele gosta muito de Caio. –, Caio pede a mão de Sara em casamento, e ela aceita. Depois de meses, Sara descobre estar grávida.

 A história é envolvente e tem muitos clímaces importantes para formalizar um romance bom. O livro prende o leitor desejando que as páginas não tenham fim, e nem o livro. No fim do livro há muitas surpresas que nem eu mesmo esperava.

Os antagonistas da história foram bem criados, Paulo – ele é filho de Iraci, a índia contratada por Almir, e como ele tem uma conexão com ela, também contratou o seu filho. – e Madalena ou Madá – ela é irmã mais nova de Carminha e já dormiu um dia antes do casamento com Almir, e fez com que quase que sua irmã desistisse de casar, mas o amor que Carminha sentia por Almir foi maior.

 Durante a leitura sentimos uma raiva enorme por Madá que fazia de tudo para separar Caio e Sara, pois antes Caio já negou o amor de Madalena e agora ela tenta infernizar a vida do casalzinho. E Paulo tem um romance com Madalena, mesmo que secreto, ele nunca se conformou com a situação e sempre achou Caio o favorito do patrão e Paulo queria tudo dele, principalmente a sua amada, Sara.

 A diagramação do livro é bonita, e a capa ainda mais bonita, com a casa de Sara e Caio que fica perto da sede ilustrando em um segundo plano junto com a sombra de Caio no cavalo em outro plano e o rosto de Sara, em primeiro plano.

 Não tenho palavras para dizer o quanto gostei desse livro, foi um dos melhores romances nacionais que eu já li, cada página eu queria devorar com mais rapidez para saber o final, mas mesmo assim eu não queria que o livro terminasse nunca, mesmo sabendo que ele só tinha 220 páginas. O livro ainda contém com algumas, frases, poemas e textos da autora do livro.

Resenha de Sayd Alcântara, resenhista do Arca Literária

Um comentário

  1. A capa me chamou atenção quando comentava o post de uma amiga em uma rede social, foi maravilhoso encontrar uma resenha que reafirmou meu interesse pela obra. Excelente!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here