Magna Santos

1
631

Numa segunda-feira do mês de janeiro do ano de 2013, uma mãe chegou em casa, após o trabalho e encontrou sua única filha sob a mira das armas de integrantes de uma quadrilha de assaltantes de banco. O objetivo da quadrilha era levar todo o dinheiro existente na agência, da qual a senhora era tesoureira.
Mãe e filha viveriam uma noite de terror. A menina foi levada por parte da quadrilha, enquanto outros membros permaneciam na residência da família, com a mãe.
Um tesoureiro de banco precisa seguir uma série de normas de segurança, mas, muitas vezes estas se mostram incapazes de impedir a ação dessas quadrilhas. E, quando acontece um evento desses, existem procedimentos a seguir, com vistas a impedir o sucesso da ação.
A mãe conhecia todas. Mas, agora que sua filha estava em poder da quadrilha, ela precisava fazer uma escolha: obedece as normas ou faz aquilo que julga no seu alcance para salvar a vida da menina?
Esse livro fala da escolha. E fala, principalmente, do amor de mãe.
Enquanto vai narrando os acontecimentos daquela noite fatídica, a autora faz uma reflexão sobre sua trajetória de vida. Sobre as outras escolhas que fez e que a fizeram chegar àquela noite. A escolha pela educação como estratégia para vencer a pobreza e o isolamento; a escolha por não se acomodar diante das dificuldades e dar a sua filha a oportunidade de ter uma infância de qualidade.

Fanpage do Livro

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here