Lúcia Amélia Brüllhardt

1
611
  1. Fale-nos um pouco de você.
    Falar sobre Lúcia Amélia daria uma livro. Exatamente por isso resolvi escrever minha autobiografia lançada recentemente intitulada Madame Brüllhardt; minha história.
  2. O que vc fazia/faz além de escrever?
    Aqui na Suíça tenho dois trabalhos. Trabalho com Shows em navios turísticos e tenho minha Clínica de Massoterapia, Cosmetologia e Estética
  3. De onde veio a inspiração para a escrita?
    De minha mãe. Ela é escritora e compositora.
  4. Qual a melhor coisa em escrever?
    Tocar o coração e a mente do leitor, levando ele para uma outra dimensão.
  5. Você tem um cantinho especial para escrever?
    Sim, tenho.Meu cantinho é especial e secreto. Exatamente por ser secreto não revelo.
  6. Qual seu gênero literário? Já tentou passear em outros gêneros?
    Épico , sim.

    Fale-nos um pouco sobre seu(s) livro(s). Onde encontra inspiração para título e nomes dos personagens?
    Normalmente eu ouço uma voz que fala em meu subconsciente sobre título, capa, tema, personagens etc…

  7. Qual tipo de pesquisa você faz para criar o “universo” do livro?
    Geralmente pesquiso a vida e fatos reais da atualidade.
  8. Você se inspira em algum autor ou livros para escrever?
    Não.
  9. Você já teve dificuldade em publicar algum livro?
    Como independente eu nunca tive dificuldade em editar e publicar um livro.

    Teve algum livro que não conseguiu ser publicado?
    Até a presente data não.

  10. O que você acha do novo cenário da literatura nacional?
    É muito bom ver todo mundo escrevendo, todo mundo produzindo, acho importante que todos tenham o direito de soltar as letras. Gosto desse movimento literário onde escrever não está somente reservado “ a elite branca brasileira.”

  11. Recentemente surgiram vários pessoas lançando livros nacionais, uns são muito bons, outros nem tanto, outros são até desesperadores, o que você acha sobre este boom?
    Estamos vivendo um momento BOOM em nossa literatura , como citei anteriormente, nessa diversidade podemos escolher ler quem nos convém. Sem a obrigação de ficarmos  limitados as mesmice de outrora.

  12. Qual sua opinião sobre os preços elevados dos livros nacionais?
    Eu não acho livro caro. Investir em meu intelecto é algo que não olho para o preço.
  13. Qual livro você falaria: “queria ter tido esta ideia”?
    Nenhum, cada ser humano tem suas ideias e inspirações. Uns com grande sucesso e outros com pouco. É aí onde entra a grande máquina do marketing publicitário. Quem investe mais, vende mais e aparece mais.
  14. Se tivesse que escolher uma trilha sonora para seus livros qual seria?
    Promessas “ Lúcia Brüllhardt”
  15. Já leu algum livro que tenha considerado “o livro de sua vida”?
    Sim, claro! Minha autobiografia (risos)
  16. Você tem novos projetos em mente? Se sim, pode falar sobre eles?
    A vida me ensinou a não falar de projetos. E sim, realizá-los
  17. Você acompanha as críticas feitas por blogueiros nas redes sociais? O que você acha sobre isso?
    Não tenho tempo para acompanhar blogueiros e ou rede sociais.
  18. Se pudesse escolher um leitor para seu livro (escritor, alguém que admire) quem seria?
    Agatha Christie.
  19. Qual a maior alegria para um escritor?
    Pegar o filho (livro) pela primeira vez nas mãos.
  20. Deixe uma mensagem a nossos leitores e para aqueles que estejam iniciando no mundo da escrita literária.
    Lembrem-se : Um livro não se faz sozinho, Escrever sim, traduz-se num fazer solitário.

Um comentário

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here