Limiar – Elaine Velasco

0
589

Nas profundezas do deserto de Dudael se escondia um anjo, chamado por muitos de anjo da morte, este era perseguido tanto pelos anjos quanto pelos demônios. Até que, pensando que seria selado o seu destino, um acordo em troca de “perdão” surge. Porém, este era um pedido feito pelo próprio Lúcifer. Uma mortal dentre tantas tinha o fator principal para a conclusão de seu plano. O anjo, vendo neste acordo um meio de cessar sua perseguição e poder viver livremente, receosamente aceitou.

 “Pesaroso e contrariado, o anjo suspirou e concordou enfim: – Qual é o nome damenina?

Lúcifer abriu um largo e satisfeito sorriso, pois sabia que com a ajuda do relutante anjo, finalmente seus planos teriam êxito”.

 Ester começara a ter sonhos estranhos. Nestes sonhos ela estava em um trem pedindo por socorro, porém, ninguém a ajudava. Ao acordar sentia o cheiro de rosas. Sua vida prosseguia normal, apesar destes sonhos e do trágico rompimento com o ex-namorado Fabrício. Seu coração ainda estava bastante magoado pela traição, mesmo ele afirmando que não sabia o que acontecera.

Desanimada, Ester é compelida pela sua irmã Alice, a ir para a festa da noite do Havaí. Chegando lá ela encontra seus amigos Bruno e Ana. Ela só não esperava encontrar seu ex-namorado. Depois de uma discussão com o ex-, Ester sai da festa para tomar um ar. Encostado em uma árvore estava um primo distante dos filhos do prefeito da cidade. Ele emitia algo familiar em Ester. Ela só não sabia que aquele encontro já estava previsto à muito tempo. E que os fatores que influenciarão sua vida depois disto, haviam ocorrido desde a criação da humanidade.

 “Tão azuis, acinzentados e frios, que pareciam feitos de gelo e eram tão profundos, que parecia que sua alma iria congelar se os encarasse demoradamente. “Onde já vi esses olhos antes?” – perguntou-se, um instante antes de perceber que o estava encarando”.

 

 

É o segundo livro com a temática de anjos que leio. O livro é curtinho e com letras boas para a leitura. A autora escreve muito bem e sempre descreve os locais com perfeição. O prólogo já de início havia prendido a minha atenção. Eu queria saber que danado de plano era aquele que o próprio Lúcifer iria precisar da ajuda de um anjo. E neste plano todo envolvia uma humana. Qual o motivo para ser esta humana? Que no caso seria Ester.

Eu achei a história envolvida em tudo isso bastante legal e realmente motivante. Ela coloca passagens e fatos da bíblia. Achei interessante. Isso acabou me empolgando na leitura.

Algo que eu achei ruim foi que essa parte empolgante que entra bíblia, histórias de anjos e tudo o mais só ocorre praticamente nos últimos capítulos. Da metade pro fim, se eu não me engano. E achei que focou muito no romance dela, e em suas amizades. Achei que demorou para entrar a história com anjos que me deixou bastante empolgada.

Em algumas partes eu achei que os personagens eram formais demais. Principalmente para a idade deles, porém, não era sempre que isso acontecia. A formalidade entrava e saia.

Resumindo tudo: É uma boa história. A trama é legal e interessante. E eu realmente curti o que a autora fez com a história bíblica para explicar muita de minhas perguntas. Estou esperando pelo próximo e acho que terei muito mais anjos e suas histórias.

E aí, pessoal? Curtiram? Esperando os comentários 😀

Resenha de Jessica Figueiredo, resenhista do Arca Literária e do Hora da Leitura

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here