Lani Queiroz

0
766
  1. Fale-nos um pouco de você.

Sou professora Pedagoga, Mestre em educação e trabalho com Estágio no Curso de Pedagogia da Universidade Federal do Tocantins- UFT. Casada e mãe de um casal de adolescentes. Uma leitora ávida desde os dez anos de idade. Adoro viajar na leitura, principalmente de romances. Comecei a escrever contos e histórias aos treze anos, mas mantive isso guardado para mim e alguns poucos amigos por medo de mostrar meu trabalho. Isso durou até maio de 2014 quando descobri o site canadense Wattpad e comecei a postar minhas histórias. A aceitação foi além do esperado. A série Príncipes Di Castellani é o meu primeiro trabalho publicado. Os três livros se encontram a venda na amazon.com desde fevereiro de 2015. Atualmente estou me aventurando no mundo excêntrico do rock and roll com a série Rock I’m Rio. O primeiro livro, Incontrolável também se encontra na amazona e o segundo, Irresitível, estou postando no Wattpad. .

  1. O que vc fazia/faz além de escrever? De onde veio a inspiração para a escrita?

Sou professora como mencionado acima. Minha inspiração veio da leitura. Eu amo ler. Leio todos os gêneros. Mas, o que me influenciou a querer ser escritora, foram os romances de banca. Amo romances de banca.

  1. Qual a melhor coisa em escrever?

Construir a trama e personagens desde o alicerce. Amo a etapa de laboratório.

  1. Você tem um cantinho especial para escrever?

Não tenho um cantinho especial. Escrevo numa escrivaninha no meu quarto. Espero organizar meu cantinho quando conseguir um espaço maior…rsrs.

  1. Qual seu gênero literário? Já tentou passear em outros gêneros?

Meu gênero é romance adulto. Eu diria que é hot, bem hot mesmo…rsrs. Já pensei em fazer algo para o público adolescente. Minha filha quer ler meus romances, mas, são muito pesados… Futuramente farei algo mais leve para ela. Já prometi, inclusive.

  1. Fale-nos um pouco sobre seu(s) livro(s). Onde encontra inspiração para título e nomes dos personagens?

A inspiração vem em parte da minha imaginação, e também pelas leituras que faço. Há algum tempo li um romance sobre um mocinho italiano. Lindo demais.  Isso me fez querer escrever sobre italinos e acabei criando a minha primeira série, Príncipes Di Castellani.  Na segunda série não foi diferente também. Amo ler romances de roqueiros. É um universo que me fascina. Graças a Deus as duas séries têm sido muito bem aceitas pelos leitores. Sou muito grata às minhas leitoras, às quais chamo carinhosamente de princesas e, agora, babies…rsrs.

  1. Qual tipo de pesquisa você faz para criar o “universo” do livro?

Todo o tipo, na verdade. Desde características de cenário a trejeitos de personagens. Há também as pesquisas sobre as peculiaridades das profissões exercidas pelos personagens. Nessa nova série dos roqueiros, precisei fazer uma consulta com um advogado sobre as etapas de um processo penal.

  1. Você se inspira em algum autor ou livros para escrever?

Não há um autor especificamente. Eu sou eclética. Gosto da boa leitura seja qual gênero for.

  1. Você já teve dificuldade em publicar algum livro? Teve algum livro que não conseguiu ser publicado?

Continuo tendo dificuldades…rs. Não é fácil conseguir a atenção de uma boa editora no Brasil. O mercado editorial é muito elitista e seleto. Não dá oportunidade para novos autores. O mesmo acontece com os agentes literários. Autores iniciantes sofrem preconceitos de todos os lados. Se não fosse pelas minhas lindas a amadas princesas estaria órfã nessa jornada literária.

  1. O que você acha do novo cenário da literatura nacional?

Há uma efervescência de novos autores bons. E em contrapartida, o Brasil está lendo mais, isso é um fato.

  1. Recentemente surgiram vários pessoas lançando livros nacionais, uns são muito bons, outros nem tanto, outros são até desesperadores, o que você acha sobre este boom?

Já falei um pouco na resposta acima. Eu vejo pontos positivos como, por exemplo, o surgimento de novos autores em um país com fraca expressão em termos de leitura. Por outro lado, há pontos negativos como isso ter se tornado de certa forma um “modismo”. Acredito que só o tempo dirá como essa dinâmica irá funcionar.

  1. Qual sua opinião sobre os preços elevados dos livros nacionais?

Bom, não sei como funciona para as editoras, mas, para autores independentes lançarem seus livros físicos é um verdadeiro assalto à mão armada. Sim, as gráficas não facilitam para nós. Daí os preços elevados ou não conseguimos nem recuperar o investimento. Essa é a verdade nua e crua.

  1. Qual livro você falaria: “queria ter tido esta ideia”?

A Culpa é das Estrelas (John Green)

  1. Se tivesse que escolher uma trilha sonora para seus livros qual seria?
    Cloks, Cold Play (Príncipe da Vingança), Tu y yo, David Bisbal (Príncipe da Luxúria), November Rain, Gun’s Roses (Príncipe da Perdição) Chasing Cars, Snow Patrol (Incontrolável)
  2. Já leu algum livro que tenha considerado “o livro de sua vida”?

Não. Não um especificamente.

  1. Você tem novos projetos em mente? Se sim, pode falar sobre eles?

Sim, minha cabeça fervilha com novas ideias. Além dessas duas séries que estou escrevendo, tenho uma série de cowboys que pretendo escrever em algum momento…rsrs.

  1. Você acompanha as críticas feitas por blogueiros nas redes sociais? O que você acha sobre isso?

Acompanho, mas, procuro não ficar muito ligada à isso. No começo eu ficava muito ansiosa esperando o que falariam sobre mim ou dos livros. Isso me fez mal. Atualmente estou focando na minha escrita. Sempre haverá os que gostam e os que não gostam. Isso é fato. Estou tranquila quanto a isso.

  1. Se pudesse escolher um leitor para seu livro (escritor, alguém que admire) quem seria?

Não tenho ideia, sinceramente.

  1. Qual a maior alegria para um escritor?

Poder levar alegria, descontração, ou qualquer outra emoção para milhares de leitores. Já me emocionei várias vezes com meninas que me chamam in box e dizem que estavam passando por determinado problema em suas vidas e que meus livros as ajudaram a esquecer da realidade ruim por um tempo. Fico imensamente feliz em poder levar emoção de alguma forma. É isso.

  1. Deixe uma mensagem a nossos leitores e para aqueles que estejam iniciando no mundo da escrita literária.

Obrigada a todas as minhas lindas princesas e amigas que mostram seu carinho e fé no meu trabalho diariamente lá no Wattpad, nos nossos dois grupos do facebook, no Whats e têm comprado meus príncipes tanto na amazon.com quanto em físicos pelo meu email.

Aos leitores do site Arca Literária, é um prazer ter a oportunidade de interagir um pouco com vocês e mostrar um pouco da minha história.

Obrigada à querida Ceiça Carvalho pela parceria e atenção. Estou muito feliz de fazer parte desse importante canal literário.

Aos autores que, como eu, estão começando agora, desejo toda a sorte e sucesso do mundo! E escrevam com o coração sempre!

Minhas histórias são quentes… Mas também tem pitadas de drama, intrigas e muito romance. Não deixem de conferir!

Grande beijo!

Lani Queiroz

 Este espaço pode ser seu! Divulgue conosco, saiba como!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here