Lamara Oliveira

1
743

 

  1. Fale-nos um pouco de você. 

Sou uma sonhadora assumida, leitora compulsiva e por ler tantas histórias, eu quis escrever as minhas. E hoje escrever se tornou minha paixão. Amo com todas as minhas forças Coca-Cola, e acredito que deveriam fazer algum tipo de reabilitação para viciados em Coca, sabe? Por mais que eu tente fugir, a bendita me persegue. Chocolate é minha perdição, adoro moda e estar rodeada pelas pessoas que amo. Família para mim é a base de tudo, sempre em primeiro lugar. Sou uma pessoa estressada, mas depois que descobri que estresse mata… Me tornei um ser humano melhor. Pelo menos estou tentando, rs!  Sou uma pessoa muito amiga e verdadeira, e isso as vezes me prejudica, porque de onde eu menos espero vem a decepção. Minha rainha (mãe) sempre costuma dizer que eu tenho um coração tão bom, que as pessoas se aproveitam disso. E ela sempre tem razão, sempre. Mesmo assim, tento me manter forte e com um sorriso no rosto. Bem… Falei um pouquinho de mim, o que é difícil eu fazer.

  1. O que vc fazia/faz além de escrever? De onde veio a inspiração para a escrita?

Trabalho como assistente administrativo em uma Construtora e Incorporadora, e curso Publicidade e Propaganda.

Eu sempre fui uma leitora compulsiva, tanto que ainda continuo comprando vários livros, mesmo sabendo que tenho um monte esperando para serem lidos e não tem mais espaço para guarda-los… rs! Mas minha inspiração veio quando conheci o Wattpad, e passei a acompanhar histórias de autoras maravilhosas. E a cada capítulo atualizado eu ficava louca, até que um dia eu decidi brincar e escrevi o primeiro capítulo de “Por Trás dos Seus Olhos”, e assim que acabei entreguei para minha amiga e revisora, aguardei super ansiosa. Ela leu, releu e quando acabou, olhou para mim e disse: Quero o livro inteiro. Se vira! Sorri como uma criança, e me joguei com tudo.

  1. Qual a melhor coisa em escrever?

Poder sonhar acordada e viver o amor várias e várias vezes, e de diversas formas.

  1. Você tem um cantinho especial para escrever? 

Não. No meu caso, quando a ideia vem ou os personagens gritam na minha cabeça, eu sempre dou um jeitinho de escrever. Seja no bloquinho de notas do celular, no trabalho escondidinho, na faculdade ou em casa, o importante é que eu consiga de alguma forma colocar para fora as ideias que surgem naquele momento.

  1. Qual seu gênero literário? Já tentou passear em outros gêneros?

Romance / Romance Hot. Ainda não, mas talvez seja algo para um projeto futuro.

  1. Fale-nos um pouco sobre seu (s) livro (s). Onde encontra inspiração para título e nomes dos personagens?

Por Trás dos Seus Olhos não é apenas uma história de um casal apaixonado vivendo um relacionamento com erros, acertos e conflitos. É um romance entre duas pessoas completamente diferentes que em meio aos obstáculos da vida, precisam aprender a lidar com suas diferenças, lutando e acreditando no sentimento que sentem um pelo outro e que os mantém fortes. O amor.

Eu gosto primeiro de ter uma ideia do tipo de história que eu vou escrever, e quando eu decido, penso na sinopse e em seguida o título surge. Vem do coração, sabe? E com relação aos nomes dos personagens, eu sempre faço uma pesquisa antes. Gosto de saber qual o significado dos nomes e qual a origem, e vejo se encaixam com a personalidade e jeito do personagem, e quando isso acontece, me sinto feliz e satisfeita para iniciar a história.

  1. Qual tipo de pesquisa você faz para criar o “universo” do livro?

Primeiro eu crio a história mais ou menos na minha cabeça, e depois pulo para sinopse. E com isso, eu começo a escrever. Os personagens, lugares, cenas, tudo vai se construindo com o decorrer da escrita e com o que eu imaginei, e quando as dúvidas surgem, recorro ao meu amigo e de muitas pessoas o “google” e vou criando meu “universo” do livro.

  1. Você se inspira em algum autor ou livros para escrever?

Minha inspiração vem de tudo. Vem dos livros que leio e me apaixono, dos autores que eu admiro, da música, de filmes, das histórias loucas e românticas das pessoas ao meu redor, até da minha própria vida… Rs! Eu sou uma sonhadora assumida e amo falar de amor.

  1. Você já teve dificuldade em publicar algum livro? Teve algum livro que não conseguiu ser publicado?

Para publicação em e-book não. Consegui publicar de forma independente e não tive nenhuma dificuldade até o momento, porém em físico estou na batalha e cheia de esperança de logo, logo ter “Por Trás dos Seus Olhos” meu primeiro livro impresso em minhas mãos.

     10. O que você acha do novo cenário da literatura nacional?

Repleto de oportunidades. Quando eu digo isso, quero dizer que hoje os livros nacionais estão ganhando seu espaço, conquistando a cada dia mais leitores que se jogam na história e apoiam com carinho os autores nacionais. O mercado literário nacional está gritando e sendo ouvido, onde autores da antiga estão trabalhando com a nova geração de autores, e ambos estão se apoiando e ajudando. Além de ser gratificante, é lindo de ver que estamos indo pelo caminho certo. Claro que obstáculos ainda existem, como eu qualquer outro mercado. Mas nada que seja impossível de vencer.

     11. Recentemente surgiram várias pessoas lançando livros nacionais, uns são muito bons, outros nem tanto, outros são até desesperadores, o que você acha sobre este boom?

Acredito que todos têm a oportunidade de mostrar seu trabalho, uns irão agradar e outros não. Talvez a pessoa tenha uma ótima ideia, mas precisa de uma orientação para se achar e seguir o caminho certo.

        12. Qual sua opinião sobre os preços elevados dos livros nacionais?

Confesso que como uma leitora, fico um pouco assustada. Mas quando se está do outro lado, você consegue entender um pouco melhor. Porque não é levado em conta somente o trabalho, carinho e dedicação que o autor teve para escrever sua história, e sim todas as pessoas que estão por trás para ajudar no processo de produção e divulgação do livro. Eu sinceramente, não sei explicar a fundo, pois ainda estou na batalha para transformar “Por Trás dos Seus Olhos” em livro físico, mas tudo que eu fiz até hoje de forma independente, o custo foi bem alto.

       13. Qual livro você falaria: “queria ter tido esta ideia”?

Essa pergunta é um pouco difícil… rs! Pois tem tantas autoras e autores que eu admiro e são maravilhosos, mas há pouco tempo eu li a trilogia Redenção da Nana Pauvolih e eu simplesmente me apaixonei. A trilogia me deixou com ressaca literária. Rs! Nana arrasa sempre!

       14. Se tivesse que escolher uma trilha sonora para seus livros qual seria? (nome da musica + cantor)

Sugar do Marron 5 é uma música que me encanta e que cai muito bem com as histórias que eu venho escrevendo. Marron 5 é uma paixão! <3

       15. Já leu algum livro que tenha considerado “o livro de sua vida”?

Ainda não, mas já li livros que mexeram comigo e contribuíram para a minha vida de uma forma tão bonita. As lições de vida, o amor, a amizade, as lutas… Cada um à sua maneira.

       16. Você tem novos projetos em mente? Se sim, pode falar sobre eles?

Sim. Agora em 2016 comecei a postar o livro que é spin-off do livro “Por Trás dos Seus Olhos” chamado “Por Trás dos Seus Medos” no Wattpad. Que conta a história de Bela e Phillip, amiga e primo, de Sara e James personagens principais do primeiro livro. Bela e Phillip não teriam um livro, mas as leitoras se apaixonaram pelos dois e pediram. O que me deixou muito feliz e empolgada. E, em Março de 2017 pretendo lançar o livro em e-book na Amazon.

E para 2017 também irei lançar mais um spin-off de “Por Trás dos Seus Olhos”, já tem título definido e contará a história de outro casal, mas é segredo. Rs! E estou com o projeto de lançar uma série, que será de contos contando a história de quatro mulheres. Estou bem animada, só preciso conciliar tudo com o trabalho e a faculdade.

      17. Você acompanha as críticas feitas por blogueiros nas redes sociais? O que você acha sobre isso?

Sempre tento me manter informada, pois os blogs fazem muita diferença na jornada de um autor. Não só na divulgação, mas no reconhecimento. Receber elogios, resenha ou uma avaliação positiva, é muito gratificante. Até mesmo uma crítica, desde que essa seja feita para orientar e ajudar o autor, e não destruí-lo. E digo a mesma coisa do autor para com os blogs.

     18. Se pudesse escolher um leitor para seu livro (escritor, alguém que admire) quem seria?

Minha rainha (mãe). Ela é a minha maior incentivadora, amiga, parceira, ouvinte… Meu exemplo de amor. É a responsável por eu não desistir dos meus sonhos. Eu não poderia escolher leitora melhor.

      19. Qual a maior alegria para um escritor?

Acredito que cada escritor tenha sua própria alegria, mas no meu caso a cada comentário ou mensagem de carinho que eu recebo de leitoras que tiram um tempinho para conhecer meu trabalho, é uma alegria… Uma Emoção diferente e um sorriso no meu rosto.

      20. Deixe uma mensagem a nossos leitores e para aqueles que estejam iniciando no mundo da escrita literária.

Leitores…

INCRÍVEIS. Essa é a palavra que eu descrevo não só os leitores que eu conquistei, mas todos os leitores. Pois sem vocês, nós que a cada dia buscamos conquistar nosso espaço no mundo literário não seríamos nada.  Sabe por que? Porque são vocês que sonham, suspiram, gritam, se irritam, choram, e vivem nossas loucuras junto através dos nossos livros. Muito… Muito obrigada!

Novos autores assim como eu…

Nunca, jamais permita que alguém diga que você não tem capacidade ou que seu sonho é pequeno. Pois não existe sonho pequeno para nosso coração e para Deus, ainda mais quando acreditamos em nós mesmos. Então, escreva com o seu coração e se não gostar, reescreva tudo de novo e deixe sua história perfeita aos seus olhos.

Quer ser entrevistado por nossa equipe? Clique aqui!

Um comentário

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here