In Nomine Patris – Décio Gomes

0
642

O que começar a dizer desse livro que me arrebatou deste de seu titulo?

Definição para ele: foda para caralho.

 Adoro quando o assunto vem tratar do sobrenatural. Anjos e demônios sempre atraiu minha atenção, tanto que sempre quis ter (e até que tenho alguns) muitos livros, especiais, revistas que tratassem do assunto. Acho que sempre fui meio macabra.

 E esse livro conta exatamente a história de um padre exorcista.

 O livro é um daqueles raros que já começa acontecendo uma coisa e você cai de pára-quedas nessa situação, um tanto macabra (adoro essa palavra, mas acho que é a única que consegue descrever com um pouco de precisão o que acontece logo no inicio). Porem, mesmo caindo de paraquedas nessa situação, você consegue acompanhar facilmente os acontecimentos. Porque eu digo isso? Tem livros que já começa acontecendo algo e você tem que ler no mínimo 3 vezes para capturar de fato os acontecimentos, já que tudo fica bem confuso. São poucos os autores que conseguem começar o livro em um ritmo de coisas acontecendo, por isso muitos vão com enrolação do inicio até enfim acontecer realmente algo e o circo pegar fogo. Décio não foi desses, seu livro é rápido e parece mais um conto e a leitura nunca vai ficar chata, pois é um daqueles raros livros que sempre acontece algo e nunca cai na mesmice da rotina.

 O livro conta a história de um padre jovem mas brilhante como exorcista. É normal padres sempre viajarem a outras cidades (e aqui no livro Décio também dá a explicação do que eles sempre estão mudando de cidade pra cidade), acontece que quando ele chega numa cidade nova (e relativamente pequena) já tem um desafio a cruzar-lhe a face. Como a cidade é pequena, lembrando interior, as noticias correm rápido e acaba que, no dia que o padre chega, um morador já o procura para ajudar em um problema. E é esse problema, que parece inofensivo no inicio, que causa todos as conseqüências nos próximos capítulos.

 Tem autor que tem uma ótima escrita e Décio Gomes é um desses. Ele foi do tipo que conseguiu prender deste do titulo. Virei fã. Quero ler mais livros dele futuramente. É um daqueles autores que, quando te conquista, um novo livro dele vira prioridade máxima.

 O livro foi o mais vendido da Amazon e depois ganhou uma versão impressa. O autor é nacional (isso mostra o quanto nossa literatura nacional está com a bola toda e temos muitos livros que superam Best-sellers internacionais por aí, apesar de muitas editoras ainda não darem o devido valor a nossos autores nacionais).

 Para quem gosta de demônios, exorcismos e uma pintada de terror num livro rápido e dinâmico (que você vai ler em uma única sentada de tão prazerosa é a leitura), In Nomine Patris é a pedida perfeita.

 Resenha de Miaka Freitas, resenhista do Arca Literária e do Um Sofá à Lareira

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here