Imperfeitos – Marcela Gómez

0
478

Uma das canções do Arlindo Cruz que mais gosto de ouvir chama-se “O Que é o Amor”. Certo trecho dela diz que “Me disseram também que o amor faz o bem e que vence o mau / E até hoje, ninguém conseguiu definir o que é o amor…”. O livro que resenho agora talvez tenha um pouco disso.

Imperfeitos é uma história escrita pela Marcela Gómez, que nasceu na Costa Rica, mas foi criada aqui no Brasil. Publicado pela Editora Planeta Literário em 2015, possui 209 páginas e um belo acabamento gráfico. A capa tem uma bela imagem, contudo não traduz o que é bem a trama. Numa possível nova edição, quem sabe a autora e a editora repensem sobre essa questão.

O romance é protagonizado pelo jovem Daniel, talentoso, companheiro e pela jovem Marina, estudiosa, inteligente. Duas vidas pertencentes a mundos distintos, porém aproximados pelo destino.

Marina tem 14 anos. Filha única, tem tudo o que deseja. Sua mãe é médica e proprietária de um hospital em Goiânia, cidade onde moram. Seu pai é um bem sucedido empresário do ramo bovino. Ela chega a compará-lo como o “novo rei do gado”, porém seu o charme do ator Antônio Fagundes que viveu o personagem central na novela global. Por receber do seu genitor todo tipo de presentes a garota entende que essa é a prova de que ele se importa com ela.

A realidade da jovem, como também sua opinião com respeito ao pai, mudará completamente. Certo dia ela ouve uma discussão em casa. A mãe reclama da ausência do marido, e este diz que deseja separar-se irá mudar-se para São Paulo. Precisa cuidar dos negócios da filial de lá. Marina fica muito chocada quando ouve sua mãe falar que o marido sempre desejou ter um filho, um homem que no futuro tocasse o empreendimento.

Poucos meses depois a menina recebe passagens para ir visitar o pai, e será na sua estadia na capital paulista que ela viverá seu maior drama. Primeiro descobre o real motivo da separação: seu pai está noivo de Valdirene que era secretária dele. Em seguida, que ela tem um “meio irmão”, pois o pai considera também como seu o filho da Valdirene.  É aí que Marina e Daniel se conhecem.

Os dias em São Paulo se tornam angustiantes e ela liga para mãe ir buscá-la. No trajeto até o aeroporto a médica sofre um acidente fatal. Marina entra em desespero, e recebe o conforto de Daniel. Até então os dois trocaram poucas palavras. Ele promete cuidar dela e ser o irmão que nunca teve. Só que no dia seguinte Marina é enviada para a Suíça, e Daniel para Nova Iorque.

Três anos depois, contrariando o desejo de seu pai, a garota está de volta ao Brasil. O empresário queria que ela continuasse os estudos na Europa, mas como a filha desobedeceu, decide deixa-la por conta própria.  Marina vive apenas com uma pequena pensão que recebe da mãe, mas não se importa com isso, pois quer realizar o seu sonho: cursar administração e passar a dirigir o hospital que era de sua genitora.

“É ele! Os mesmos olhos amendoados, os dentes perfeitamente alinhados e brancos e a pele dourada, só que agora sem as imperfeições da adolescência.”

Começa a estudar da UFRJ e será lá que, numa festa de calouros, irá reencontrar Daniel. E a partir desse reencontro a vida dos dois jovens tomará outros rumos.

Sinceramente, não é uma história espetacular, inesquecível, primorosa. Contudo, a escrita leve, solta, sem repetições desnecessárias, e as reviravoltas que produzem expectativas no leitor além de umas breves pitadas de humor tornam o romance agradável.

Clara, a grande amiga da Marina e GG, amigo do Daniel são dois personagens muito carismáticos e que certamente ganharão a simpatia dos leitores.

A Valdirene, mãe do rapaz é insuportável. Antipática. Uma verdadeira megera.

Os capítulos são narrados em primeira pessoa, intercalados pelos dois protagonistas. Gostei dessa forma de construção da narrativa pois, ao meu ver, aproxima mais o leitor da história. Para outros conteúdos, todavia, não seria recomendado. Corre-se o risco de produzir efeito contrário.

“Imperfeitos” é mais uma prova de que a literatura nacional tem qualidade e merece ser apreciada.

signature

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here