Ícaro Ramos

0
725
  1. Fale-nos um pouco de você.

 Sou simples cheio de defeitos e qualidades como qualquer pessoa, tenho 30 anos, ensino médio completo, sou curitibano, residindo em Pontal do Paraná a 14 anos

  1. O que vc fazia/faz além de escrever? De onde veio a inspiração para a escrita?

No momento sou servente de pedreiro, minha inspiração para este livro venho de pessoas exemplares que ajudam o próximo.

  1. Qual a melhor coisa em escrever?

O melhor em escrever é expor as próprias ideias e dar voz a algo importante.

  1. Você tem um cantinho especial para escrever? (envie-nos uma foto)

Meu quarto, nada de especial.

  1. Qual seu gênero literário? Já tentou passear em outros gêneros?

Romance, mas com uma mistura de crônica e poesia. Estou pensando em escrever contos

  1. Fale-nos um pouco sobre seu(s) livro(s). Onde encontra inspiração para título e nomes dos personagens?

Meu livro foi escrito para dar voz as pessoas que sofrem exclusão social e mostrar que elas não são pobres coitadas incapazes muito pelo contrario, somente  costumam a ser má  compreendidas. Como mendigos, deficientes, idosos etc. O livro varia entre vários personagens, os principais são uma ex- modelo Chamada Adriana que por ser jurada de morte(o motivo é segredo) esta em situação de rua, ela encontra Pedro, quando é quase queimada em um ponto de ônibus por puro preconceito contra sua condição de mendiga, ele a salva com um extintor, Pedro é cadeirante dono de uma ONG pra deficientes e trabalha numa montadora de automóveis, eles vivem um romance e se envolvem em situações surpreendentes e ajudam um ao outro a superar seus problemas, um deles é quem atropelou Pedro o deixando paralitico isso o perturba muito, a revelação é incrível. O livro tem muita aventura, humor, suspense e drama e é bem criativo. O titulo eu queria que fosse mais chamativo, mas o nome excluídos foi inevitável devido a historia de exclusão social vivida pelos personagens, o nome deles foram escolhidos por acaso, só tive a intenção de que fossem os mais comuns possíveis.

  1. Qual tipo de pesquisa você faz para criar o “universo” do livro?

Pesquisei em outros livros sobre exclusão social, muitos deles abordam fatos e pessoas reais, também li noticias sobre o assunto.

      8. Você se inspira em algum autor ou livros para escrever?

Procuro ser o mais original possível, mas se há um autor que me inspire e não sei.

      9. Você já teve dificuldade em publicar algum livro? Teve algum livro que não conseguiu ser publicado?

 Não tive dificuldade para publicar o livro, há não ser a financeira, é um pouco caro quando a editora é desconhecida, hoje em dia publicar não é tão difícil devido ao numero de editoras novas que dão oportunidade a novos autores, o difícil mesmo é vender.

     10. O que você acha do novo cenário da literatura nacional?

 Eu acho que ultimamente algumas delas foram americanizadas, já que o publico maior prefere o internacional, no mais ela não mudou muito, mas teve um cara que inovou bem nos romances sendo muito criativo e interessante, ele se chama Augusto Cury.

     11. Recentemente surgiram vários pessoas lançando livros nacionais, uns são muito bons, outros nem tanto, outros são até desesperadores, o que você acha sobre este boom?

 Desculpe, mas não tenho lido muitos autores nacionais ultimamente, não que eles sejam ruins é so uma questão de gosto, mas tem aparecido ideias boas, até muito boas.

clique na imagem para ler a resenha

     12. Qual sua opinião sobre os preços elevados dos livros nacionais?

Acho que talvez eles tenham perdido espaço, mas no que diz respeito aos livros famosos não tenho visto um preço muito alto em relação aos livros estrangeiros.

     13. Qual livro você falaria: “queria ter tido esta ideia”?

 A Invenção de Hugo Cabret.

     14. Se tivesse que escolher uma trilha sonora para seus livros qual seria? (nome da musica + cantor)

 Jornais, Nenhum de Nós ( em relação ao inicio do livro).

     15. Já leu algum livro que tenha considerado “o livro de sua vida”?

 Não.

     16. Você tem novos projetos em mente? Se sim, pode falar sobre eles?

Penso em escrevem um livro chamado celulares de sangue, um livro que vai revelar o trabalho escravo e infantil que existe por trás da matéria prima das novas tecnologias e até de armas, isso acontece nas minas de coltan no congo. Existe um vídeo de reportagem com esse titulo, esta no youtube.

    17. Você acompanha as críticas feitas por blogueiros nas redes sociais? O que você acha sobre isso?

Sinceramente não, mas se forem construtivas eu acho importante se forem uma boa vitrine melhor ainda

    18. Se pudesse escolher um leitor para seu livro (escritor, alguém que admire) quem seria?

 Tem uma pessoa que curtiu meu livro e fez um vídeo sobre ele, eu agradeço muito a ela,  se chama Cassia é professora de português e blogueira no blog e canal do you tube, caindo na cultura, o vídeo se chama resenha Excluídos Ícaro Rafael Ramos.

   19. Qual a maior alegria para um escritor?

 Ter seu trabalho mundialmente reconhecido não por fama, mas pela importância de sua obra

   20. Deixe uma mensagem a nossos leitores e para aqueles que estejam iniciando no mundo da escrita literária.

 O mundo pode ser melhor ou pior por nossa causa, mas com certeza ele seria um tédio sem cada um de nós. Não negue sua importância no mundo, acredite no que faz, seja determinado por que a todos nós foi dada a capacidade de vencer e ser feliz.

Seja um de nossos entrevistados! 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here