Helena Solon

0
468
  1. Fale-nos um pouco de você.

Sou esposa, mãe e avó. Moro em São Paulo, capital. Amo ler, mas leio menos do que gostaria. Gosto de uma boa música, de cantar, dançar, e cozinhar para a família. 

  1. O que você fazia/faz além de escrever? De onde veio a inspiração para a escrita?

Sou engenheira, e escrever é a minha terapia. Inspiração vem de tudo que eu vejo nas ruas, das histórias que eu ouço, e do que eu leio em jornais ou revistas.

  1. Qual a melhor coisa em escrever?

Escrever é abrir novos horizontes, onde posso explanar tudo que penso, ou que desejo.

  1. Você tem um cantinho especial para escrever? (Envie-nos uma foto)

Não tenho um cantinho especial. Escrevo onde eu me sinto melhor, naquele momento. As vezes no escritório, outras na sala, e até mesmo no quarto. Não tenho um lugar específico.

  1. Qual seu gênero literário? Já tentou passear em outros gêneros?

Meu gênero literário são os romances. Adoro falar sobre família, amor, e sobre a mulher em um todo. Nunca pensei em mudar de gênero, pois os romances me atraem em todos os sentidos.

  1. Fale-nos um pouco sobre seu (s) livro (s). Onde encontra inspiração para título e nomes dos personagens?

Meus livros são escritos com minha alma de mulher. Procuro temas que estão em evidência, e que abordam verdades. Os nomes dos meus personagens, pesquiso bastante, e as capas quase sempre são os rostos das personagens.

  1. Qual tipo de pesquisa você faz para criar o “universo” do livro?

Pesquiso muito antes de escrever. Gosto de levar verdades sobre o tema escolhido, desta forma perco bastante tempo em pesquisas, sobre o país que ocorre a trama, os costumes do lugar, e tempo de viagem, caso for necessário.

  1. Você se inspira em algum autor ou livros para escrever?

Não me inspiro em ninguém. Tudo é fruto da minha imaginação.

  1. Você já teve dificuldade em publicar algum livro? Teve algum livro que não conseguiu ser publicado?

Nunca tive problemas para publicar. Sou uma autora independente, desta forma fica mais fácil. Escrevo, mando revisar, e em seguida escolho a capa, com uma profissional que já conhece meu gosto.

  1. O que você acha do novo cenário da literatura nacional?

Leio muito pouco livros nacionais, pois até o momento não encontrei nenhum que me tocasse, o bastante.

  1. Recentemente surgiram várias pessoas lançando livros nacionais, uns são muito bons, outros nem tanto, outros são até desesperadores, o que você acha sobre este boom?

Como falei na resposta à cima, ainda não encontrei uma história que me prendesse. Realmente muitas pessoas resolveram ser escritores, e escrever hot, virou febre. Este boom que se referiu é o que diminuiu a minha curiosidade em explorar mais os livros nacionais, pois só mudam os personagens, do resto é tudo muito parecido. Existem poucos autores que desenvolvem uma história com um enredo legal, e que prendam a atenção, do leitor.

  1. Qual sua opinião sobre os preços elevados dos livros nacionais?

Acho abusivo o preço dos livros, sejam nacionais, ou não. Por isso optei por lançar somente no modo e-book. Acho que todos tem o direito de ler, e com o preço de um livro, pode se ler três ou quatro e-books.

  1. Qual livro você falaria: “queria ter tido esta ideia”?

Todos os livros que eu li e gostei, me fizeram pensar… Por que nunca pensei nisso antes?

  1. Se tivesse que escolher uma trilha sonora para seus livros qual seria? (nome da música + cantor)

São várias as músicas que eu gostaria que fossem tema de algum livro meu, mas tem uma em especial… Everybody’s Changing – Keane.

  1. Já leu algum livro que tenha considerado “o livro de sua vida”?

Ainda não cheguei neste patamar. Gosto de uma boa leitura, somente isso.

  1. Você tem novos projetos em mente? Se sim, pode falar sobre eles?

Sempre tenho muitos projetos em mente. Gostaria de escrever um livro sobre a força da mulher. Sobre as Deusas do Olimpo.

  1. Você acompanha as críticas feitas por blogueiros nas redes sociais? O que você acha sobre isso?

Não acompanho nenhuma blogueira, mas acho o trabalho delas muito bonito.

  1. Se pudesse escolher um leitor para seu livro (escritor, alguém que admire) quem seria?

Difícil responder, mas vou citar uma, porque acabei de ler uma trilogia dela, e adorei. (Kiera Cass)

  1. Qual a maior alegria para um escritor?

Não posso responder pelas outras, mas para mim é quando recebo comentários elogiando o meu trabalho.

  1. Deixe uma mensagem a nossos leitores e para aqueles que estejam iniciando no mundo da escrita literária.

Minha mensagem é que nunca desistam dos seus sonhos. Se escrever faz parte dos seus sonhos, siga em frente. No começo será difícil, mas nunca impossível. Não tenha medo de arriscar. Escreva com a alma, e se coloque no lugar do seu personagem. O leitor é exigente, portanto, pesquise sobre o tema escolhido. Credibilidade se consegue através da transparência e da humildade.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here