Harry Potter e a pedra filosofal – J. K. Rowling

0
995

Meu nome é Cleber Papaterra e sou o novo resenhista do Arca Literária. Sou apaixonado por sagas e vou começar escrevendo sobre uma que tem um lugar especial e único, a primeira vez que li um livro. Quando tinha onze anos fiz a melhor escolha da minha vida, barganhei o meu Game Boy por um pacote de balas e o exemplar de Harry Potter e a Pedra Filosofal. Como não tinha o hábito da leitura, acabei com o pacote de balas quase que instantaneamente e levei alguns meses para abrir o livro… Que pena!

Foi paixão a primeira vista, ou melhor, lida. Harry Potter e a Pedra Filosofal é o livro de estréia de Joanne Kathleen Rowling, com 224 páginas, lançado em Janeiro de 2000 aqui no Brasil, o livro conta a história de um garoto órfão chamado Harry Potter, que perto de completar onze anos começa a receber cartas endereçadas a ele, algo que nunca tinha ocorrido antes. Impossibilitado de ler as cartas pelos seus tios, para os quais fora deixado ainda bebê e maltratado a vida toda, se surpreende quando a intensidade de cartas aumenta a cada dia. Na noite de seu aniversário, Harry é visitado por Hagrid (um meio gigante), o qual revela que ele é um bruxo! E mais, lhe informa que ele veio buscá-lo para que Harry possa frequentar uma escola de bruxos, Hogwarts, onde seus pais estudaram quando eram mais novos.

Com uma história surpreendente e leitura agradável, o livro vai melhorando a cada capítulo novo, e isso graças também a riqueza de personagens “secundários”, que em alguns momentos se tornam tão protagonistas quanto Harry, a exemplo dos melhores amigos dele, Ronald Weasley e Hermione Granger. Ron, é o alívio cômico do livro, sofre com a falta de dinheiro dos pais e uma família bastante numerosa (seis irmãos!). Hermione é a garota prodígio, dotada de uma inteligência fora do normal, ela é o cérebro do trio e ajuda sempre com sua lógica assertiva e perspicácia. Tem também os Professores de Hogwarts e o diretor excêntrico, Albus Dumbledore, tido como o maior bruxo de todos os tempos.

No seu primeiro ano, Harry descobre que seus pais foram mortos por um bruxo das trevas (aquele-que-não-deve-ser-nomeado ou você-sabe-quem), Voldemort. Esse bruxo maligno também tentara matar Harry, entretanto essa tentativa fez com que ele perdesse seus poderes e acabasse em uma quase morte, deixando em Harry uma cicatriz na testa em forma de raio que seria sua marca. Por conta disso ele se tornara famoso, o menino que sobreviveu. Ele vive muitas experiências fantásticas, aprende feitiço, prepara poções, voa em uma vassoura e pela primeira vez sente que encontrara seu lugar. É incrível como a J.K. Rowling consegue transportar o leitor para o mundo bruxo, você começa a se imaginar andando pelos corredores de Hogwarts e deseja muito que isso aconteça…

Enfim, não vou estragar a leitura soltando mais spoiler! Espero que vocês se apaixonem por Harry Potter tanto quanto eu e se divirtam lendo esse livro mágico! Em breve escreverei sobre o segundo volume, Harry Potter e a Câmara Secreta. Inté ^ ^ !

 Resenha de Cleber Papaterra, resenhista do Arca Literária

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here