Eternamente “Eu” – Elisete Duarte

1
1739

Pessoas!!!

Vamos falar hoje de mais uma história de amor. Algumas delas possuem elementos semelhantes à outras histórias (e neste livro não foi diferente) mas a experiência particular de cada individuo é que torna cada romance único, sem igual.

Eternamente “Eu” é a primeira parte de uma duologia escrita pela paulista Elisete Duarte e publicada por ela mesma. Possui 331 páginas e saiu em formato impresso em 2016. A capa tem verde muito bonito.

Lucy é uma jovem estudante do ensino médio moradora da cidade de São Paulo. Bonita e inteligente, está perto dos 18 anos e é o orgulho de seus pais. Graças ao patrão de seu pai, Sr. Pablo, ela conseguiu bolsa para estudar em uma das melhores escolas da capital paulista. Sua família não é rica e não teria condições de bancar uma educação de alto nível para ela.

Por ser bolsista, a garota precisa esforçar-se bastante para tirar boas notas e não fazer recuperação, pois dessa forma mesmo se fosse aprovada perderia direito a gratuidade. Ela está com algumas dificuldades em Matemática, e precisa da nota máxima para ser aprovada, o que não acontece. Fica muita receosa com a reação de seus pais, mas eles entenderam a dificuldade da filha. Só que agora terá que ir estudar numa escola pública.

A relação entre o pai de Lucy e o chefe, contudo não é um mar de rosas. Além disso, Sr. Pablo tem um filho que apronta muito, e estuda na mesma escola que a garota. Chama-se Chris Caster. Não poucas vezes deu conselho para que ela ficasse longe dele. Mas as coisas não são tão simples….

No dia em que faria a tal prova de Matemática, Lucy saiu de casa atrasada. Acelerando para poder entrar na sala a tempo, pois pelas regras da escola nenhum aluno poderia entrar depois do professor, termina por esbarrar em Chris, derrubando todo seu material. Rola uma troca de olhares, enquanto ele procura ajuda-la. E a partir desse momento a proximidade entre os dois será cada dia maior.

O garoto é muito popular na escola, e também é muito arrogante. O grupo que anda com ele segue a mesma característica. Lucy sabe disso tudo e tenta manter distância, mas Chris revela-se outra pessoa, gentil, educado, e tudo isso acaba causando uma tremenda confusão na cabeça dela, que não sabe o que fazer.

O sentimento cada vez mais forte unirá os dois jovens, mas eles precisarão enfrentar muitos obstáculos na tentativa de ficarem juntos. O maior deles será o pai do rapaz, que ao descobrir do envolvimento causa o maior escândalo, acusando inclusive Lucy e seu pai de tentarem dar o “golpe do baú”.

Dois fatos não esperados irão atingir em cheio a todos. E a partir deles, a vida dos dois jovens ganharão outra dinâmica. A história não tem um ponto final, pois como já disse no início é uma trama em dois volumes.

Além de Lucy, Chris e suas famílias, alguns outros personagens se destacam, inclusive no segundo livro também. Clarinha, melhor amiga da Lucy, sua confidente. Kate, que faz parte do grupinho de Chris e que se comporta como se fosse namorada dele. Flávio, um cara que gosta muito da Lucy e não vê com bons olhos sua aproximação dela e o rapaz.

Logo no início fiquei com muita raiva dos dois: dele, pelo comportamento arrogante e também por pensar que iria aprontar com a Lucy, e dela por se deixar levar pela lábia do cara enquanto o outro rapaz, cheio de boas intenções, era ignorado.

Eu gostei dessa primeira parte, mas tenho três ressalvas. Uma  não vou citar porque seria spoiler, e não farei isso com vocês. A outra: tem alguns momentos que me soaram como prolixos, deixando a narrativa demasiadamente lenta. E por fim existem alguns erros gramaticais; é possível que seja problema gráfico.

Vamos ver o que o segundo e último volume irá trazer e como essa história irá terminar.

signature

Um comentário

  1. Muito interessante. Achei bem legal e fiquei curiosa para saber oque acontecerá que atingirá os dois personagens. Parabéns pela resenha.

Deixe uma resposta para Lia Costabr Cancel reply

Please enter your comment!
Please enter your name here