Estação Terra – Odimer F. Nogueira

0
668

Após passar o dia trabalhando em sua fazenda, Hermes retorna para casa um pouco mais tarde do que de costume e como sempre segue pela estrada que tanto estava acostumado mas dessa vez algo diferente acontece. Uma luz branca azulada e muito forte incide sobre ele, a caminhonete que dirigi para de responder aos comandos e ele acaba caminhando em direção a luz como que puxado por um ímã, e tudo acaba tão rápido como começou.

Estranhamente as verduras que estavam na caminhonete estão congeladas e os poucos minutos que passou em contato com a luz se transforma em 3 horas. Achando tudo muito estranho Hermes passa dias pensando no aconteceu e sente-se sozinho por não ter com que dividir sua experiência.

O que ele não imaginava é que este acontecimento o transformaria em um mensageiro. Sua missão? Contar ao mundo a existência de uma nova raça humana conforme lhe revela Willson, um oasiano que viajou no tempo com a missão de encontrar e ajudar Hermes esclarecendo fatos ainda desconhecidos.

Estação Terra nos apresenta o Projeto Oásis, um avanço genético gigantesco e ultrassecreto, ninguém sabe exatamente o que está por vir, afinal, o que pode resultar da “simples” experiência de transferir para um ser humano a capacidade autotrófica dos vegetais?

O autor criou uma história diferente e sólida, utilizando o Projeto Óasis para abordar temas pertinentes a nossa sociedade como, a busca de outras fontes de energias e aquecimento global. Parece ótimo, então porque três estrelas? Eu adorei a ideia central do livro e todas as discussões levantadas, mas em alguns pontos da história senti uma quebra entre os acontecimentos que me deixaram com a sensação de estar faltando algo. A explicação do Projeto Óasis e outros acontecimentos que rodam Willson são bem detalhadas e inteligentes, mas alguns trechos podem ser complicado para os novos leitores, e mesmo acostumada, senti a necessidade de reler alguns trechos.

Questões sociais relacionadas ao ser humano também são abordadas e nos levam a pensar em nossos comportamentos e como lidamos com aquilo que é diferente e externo a nós. Foi uma leitura diferente do que esperava e daquilo que estou acostumada. Tem ficção, ciência, política e muitas outras questões. O final não foi exatamente como esperava e desejo que o autor considere uma continuação para esclarecer alguns pontos que poderiam ter sido mais abordados e principalmente novidades, quero muito saber mais sobre os oasianos.

Resenha de Jessica Rodrigues, resenhista do Arca Literária e do blog Coração Leitor

Divulgue aqui!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here