Jovem escritora com hidrocefalia e paralisia utiliza crowdfunding para lançar biografia

0
3259

Um exemplo de superação. Assim é Stephaanee Diniz, uma jovem cadeirante que acaba de se lançar no mundo da literatura com o objetivo de inspirar pessoas com a história da sua vida.

Aos 21 anos, nasceu com hidrocefalia e paralisia nos membros inferiores, foi desenganada por médicos, mas resistiu. Hoje Teté, como é conhecida, é estudante de Administração, pratica de esportes, e escreve seu primeiro livro, intitulado “Viver, o Direito de Todos”.

“Queria contar para o mundo que nada é impossível quando a gente realmente quer. Quando vejo pessoas saudáveis reclamando por uma dor de cabeça, deixando de fazer atividades por causa da chuva ou do sol, tenho muita vontade de contar minha trajetória”, explica a jovem, que foi até a TV falar em público.

Veja sua entrevista na Record Rio.

Para lançar sua obra, Stephaanee recorreu ao Bookstart, uma plataforma de crowdfunding (financiamento coletivo) que capta recursos através de doações ao seu projeto.

E com o apoio de muitos populares e artistas, ela já conseguiu! Seu livro tem previsão de lançamento em agosto de 2016, com as devidas recompensas aos apoiadores.

Venda dos livros será destinada a cirurgias e medicamentos

Mas ela não quer para por aqui: sua meta é conseguir mais doações para ajudar outras pessoas como Flávia Costa, portadora de uma rara doença no sistema digestivo. Com apenas 27 anos e duas filhas pequenas, precisa de um transplante multivisceral para salvar a sua vida.

Confira o vídeo aqui.

Stephaanee revela que o destino da verba obtida com as vendas dos exemplares tem destino certo. “Vou ajudar àqueles que não têm recursos para realizar cirurgias urgentes e não podem mais esperar, e também quem precisa comprar aparelhos ortopédicos e respiratórios, entre outras coisas relacionadas à saúde”, diz a jovem.

Empresas e pessoas físicas ainda podem apoiar o financiamento coletivo que está no ar até o dia 28 de maio de 2016.

Acesse: https://bookstart.com.br/pt/viverodireitodetodos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here