Entre Quatro Poderes – SIC – Vários autores

8
1085

“Entre Quatro Poderes”, o que falar deste livro? A primeira coisa que passa por minha cabeça é dizer que o livro é super inteligente! Não tem nada além disso… INTERLIGENTE!

 A capa é sensacional, um tomate estragado e uma coroa! Logo que iniciei a leitura veio em minha mente a máxima popular “uma laranja podre contamina todo o cesto” e não foi muito diferente o que encontrei no livro.

 Poucos erros gramaticais ou de digitação, escrita bem simples, creio que para alcançar o maior número de pessoas (todas as classes). O livro narra ora o presente ora o passado mas de uma forma muito bem escrita não nos atrapalha na leitura.

 Cada capítulo inicia com uma frase ou versículo marcante que nos remete ao tema que estará sendo abordado naquele momento.

 O livro narra o dia a dia político da cidade de Soares, interior de São Paulo. Como o próprio título sua narrativa nos mostra o posicionamento político dos quatro poderes (Legislativo, Executivo, Judiciário e o da Imprensa).

 Conta a ascensão política e pessoal de Alberto Barão, conhecido como Churrasco, já inserido no meio público desde sua juventude.

 As tramoias políticas, a corrupção nos meios de comunicação, juízes comprados, senadores corruptos, uma verdadeira decadência política.

 Churrasco, homem do campo, humilde, até então correto diante de todos. Churrasco inicia sua vida política como vereador, o mais popular da cidade, assistiu de perto a decadência da política.

Carlos, irmão mais velho de Churrasco, manipulador, tem em seu irmão um meio de preencher suas frustrações pessoais e políticas.

 Churrasco acompanhado de seu irmão Carlos, chega à prefeitura da cidade, mas alguns eventos fazem com que o caminho percorrido não seja o mais correto e piora quando o mesmo decide seguir os conselhos de seu irmão que o manipula a realizar transações milionárias e que os ajudaria financeiramente mas que prejudicaria e muito a cidade.

 Ao descobrir que estava sendo investigado pela polícia Federal toda a vida de Churrasco muda…

 “Entre Quatro Poderes” é um livro denuncia. Sua narrativa nos apresenta aquilo que é vivenciado nas pequenas cidades interioranas mas não isenta as capitais de tais eventos.  A vida de Churrasco nos faz refletir os caminhos que escolhemos e nos força a pensar sobre as verdadeiras intenções de nossas ações.

 Definitivamente um tapa na cara da sociedade. Uma narrativa fictícia mas que nos mostra quão verídica é em cada uma de suas páginas.

 Uma leitura indicada para qualquer pessoa!

8 Comentários

  1. UAU!

    A primeira coisa que me chamou foi essa capa também. Maçã podre, política, corrupção, tudo a ver com esse tomate estragado e coroa.
    Li uma vez dois quadrinhos sobre o assunto de política, e simplesmente amei, tanto que com o que vimos em 2013, e atualmente, eu estou desenterrando essas obras para trabalhar bem melhor esses assuntos (e quem sabe, ajude ainda mais os leitores a terem um melhor entendimento de política, o que o mundo precisa). Pode ser visto a resenha que eu fiz no instagram e mais informações da outra HQ numa postagem que eu fiz essa semana mesmo no blog: http://umsofaalareira.blogspot.com.br/2015/07/noticias-o-doutrinador-ganha-publicacao.html
    Sobre esse livro, adorei o jeito que ele inclui a imprensa como poder, afinal, realmente a imprensa tem um poder igual ou até maior nessas situações. Como formadoras de opinião e com obrigação de levar as noticias para o povo, a imprensa tem um poder imenso sobre a população e pode ser usado de forma avassaladora com intenção egoístas para dar vantagem a uma pessoa ou um grupo.
    E quantos Churrasco sabemos que existe em nosso território afora? Muitos. E, sinceramente, por mais que isso crie um senso de justiça e raiva na população como todo, ainda somos os maiores culpados desses existirem e poderem fazer tudo sem uma única punição. Precisamos de mais livros assim. Precisamos de mais grupos que movimente a consciência política na população, seja com livros, quadrinhos… Adorei a iniciativa desse livro, pois por mais que seja uma ficção, ela imita (e muito bem) a realidade.
    Beijinhos =*
    http://www.umsofaalareira.blogspot.com.br

  2. UAU!
    A primeira coisa que me chamou foi essa capa também. Maçã podre, política, corrupção, tudo a ver com esse tomate estragado e coroa.
    Li uma vez dois quadrinhos sobre o assunto de política, e simplesmente amei, tanto que com o que vimos em 2013, e atualmente, eu estou desenterrando essas obras para trabalhar bem melhor esses assuntos (e quem sabe, ajude ainda mais os leitores a terem um melhor entendimento de política, o que o mundo precisa). Pode ser visto a resenha que eu fiz no instagram e mais informações da outra HQ numa postagem que eu fiz essa semana mesmo no blog: http://umsofaalareira.blogspot.com.br/2015/07/noticias-o-doutrinador-ganha-publicacao.html
    Sobre esse livro, adorei o jeito que ele inclui a imprensa como poder, afinal, realmente a imprensa tem um poder igual ou até maior nessas situações. Como formadoras de opinião e com obrigação de levar as noticias para o povo, a imprensa tem um poder imenso sobre a população e pode ser usado de forma avassaladora com intenção egoístas para dar vantagem a uma pessoa ou um grupo.
    E quantos Churrasco sabemos que existe em nosso território afora? Muitos. E, sinceramente, por mais que isso crie um senso de justiça e raiva na população como todo, ainda somos os maiores culpados desses existirem e poderem fazer tudo sem uma única punição. Precisamos de mais livros assim. Precisamos de mais grupos que movimente a consciência política na população, seja com livros, quadrinhos… Adorei a iniciativa desse livro, pois por mais que seja uma ficção, ela imita (e muito bem) a realidade.
    Beijinhos =*
    http://www.umsofaalareira.blogspot.com.br

  3. Ceiça!
    A primeira coisa que me chamou atenção depois da capa é claro, é o fato de ter sido um grupo que escreveu o livro, fiquei intrigada como conseguiram integração.
    E o enredo do livro é bem atual, é o espelho do que se passa no Brasil na atualidade: o uso do poder político para benefício próprio e o povo que se exploda!
    O protagonista com nome de Churrasco me dá a sensação de ironia e imagino que o livro tenha um tom jocoso, o que deve trazer uma leitura descontraída, embora o assunto seja sério.
    Fato é que todos estamos assando, como o Churrasco sendo investigado pelo PF. Será que ele vai preso? O que sei é que nós não podemos ter mais churrasco na mesa como gostaríamos.
    “Tão bom morrer de amor! e continuar vivendo…”(Mario Quintana)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

  4. GOSTEI MUITO DESTE LIVRO , NARRA MAIS OU MENOS O QUE ESTA ACONTECENDO AGORA ……………POLITICOS CORRUPTOS , LOUCA P/LER.

  5. Amei essa resenha pq o tema abordado é o nosso cotidiano, a nossa política, aquilo ao qual vivenciamos dia a dia, é uma historia a qual cada um de nós leitores poderemos fazer nossas proprias conclusões decorrentes do assunto abordado, tipo interessante e ao mesmo tempo curioso, tanto eu como vc podemos inocentar ou até mesmo culpar os personagens políticos, pensemos no assunto.

  6. Ótima resenha e mais uma vez obrigado por aceitar o desafio de resenhar o livro! Vejo muitas pessoas comentando que não gostam de política, que evitam o tema. Porém, gostando ou não, é a política que move nossas vidas. Tudo está relacionado a ela ou não! Porém, a escolha por melhorias está em nossas mãos, ou melhor, no nosso voto. E certamente as pessoas poderão escolher melhor seus representantes nas diferentes esferas do poder sem saberem o que realmente acontece nestes locais.

    Desta maneira, o livro Entre Quatro Poderes discute o relacionamento entre as pessoas que comandam a política brasileira, reunindo histórias fictícias similares a casos vivenciados pelos autores.

    Entre Quatro Poderes é um romance cujo protagonista é Churrasco, o prefeito da cidade de Suares, que ao perceber que a Polícia Federal está na cidade para prendê-lo, começa a repensar suas ações no comando do Executivo.

    A publicação traz ao público o que acontece nos bastidores da política e quase nunca é divulgado. O romance se passa na cidade fictícia de Suares, porém, representa a realidade política enfrentada em muitos municípios em todo País. Certamente será uma obra literária que aguçará as discussões sobre o verdadeiro papel do político frente as demandas do povo.

    A iniciativa de escrever o livro germinou de repetidas discussões sobre política, quase que diária, depois do expediente de trabalho. Diante das muitas interrogações surgidas das conversas entre os quatro jornalistas, surgiu a ideia de se pesquisar sobre o assunto e colocar tudo no papel. Decidimos pela ficção e criamos personagens para situações que já foram diversas vezes estampadas em capas de jornais.

    Na verdade, o que os quatro pretendem com o leitor é que ele, na sua leitura, entenda como é o processo político, principalmente no caso dos escândalos e da corrupção. Como isso acontece, e como, muitas vezes, mesmo inocentes, e bem intencionados, alguns políticos são envolvidos. A história se desenvolve de forma que o próprio leitor terá a sua interpretação, quanto à inocência ou a culpa de um ou outro político.

    Claro que tem culpados na nossa ficção, e inocentes, e que tudo, se bem entendido na leitura que faz o leitor, tem um porquê, e esse julgamento será feito conforme o entendimento dessa leitura.

    Grande abraço!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here