Ed. Planeta Livros Brasil

0
501

Biografia íntima de Leopoldina – Marsilio Cassotti – Leopoldina de Habsburgo é um personagem decisivo na história do Brasil. Mas sua vida íntima é pouco conhecida. Baseada no que contam (e ocultam) as cartas de Leopoldina, em um tom intimista e no ágil estilo do vienense Stefan Sweig, esta obra de Marsilio Cassotti é uma educação sentimental e política digna de escritores franceses do porte de Stendhal ou Flaubert, mas ambientada no Brasil. É a biografia de uma mulher excepcional escrita com rigor histórico, que se lê como um romance. Além do papel decisivo de Leopoldina na Independência do Brasil, a biografia narra a frieza com que Carlota Joaquina (sua sogra) a trata por ela não ser uma portuguesa ou espanhola. Seu marido, D. Pedro I, não é tão seletivo. Para ele, quando se trata
de amor físico, basta que seja mulher. Leopoldina, por sua vez, sublima a dor das traições em constantes gestações e nos cuidados com os filhos. Esses e outros detalhes da vida de Leopoldina são abordados de forma única e saborosa nessa biografia romanceada.

As duas faces da glória – William Waack – Só agora, 70 anos depois, começamos a superar a ordem estabelecida ao final da 2ª Guerra – um conflito de imenso peso na memória coletiva de muitos povos e países não só pelo seu papel central na construção do mundo que vivemos mas, também – ou sobretudo – pelos episódios aterradores de extermínio em massa, o horror dos totalitarismos, a inigualada destruição de populações civis e a arma do fim da humanidade, a bomba atômica.
Se para alguns a participação brasileira foi simbólica ou de menor peso nos eventos puramente militares, isso em nada muda a importância, a coragem e o sacrifício pessoais dos soldados brasileiros, enviados à morte muitas vezes sem preparo, treinamento, equipamento e comandantes competentes num país distante e numa situação de difícil compreensão. A contrário, essas circunstâncias reforçam o brio que demonstraram.
São duas perspectivas completamente distintas, a da participação do indivíduo e a da projeção histórica do acontecimento. É profundamente triste constatar quantos analistas no Brasil não sabem, ou não quiseram, separar uma coisa da outra.

A conquista do Brasil – Thales Guaracy – Fundamental para entender a história e o país de hoje, A Conquista do Brasil alia conhecimento profundo a um texto leve, fluido e fácil de entender para conduzir o leitor a uma das mais extraordinárias aventuras humanas. A partir da épica aventura de Portugal pelo “Mar Tenebroso”, como o Oceano Atlântico era conhecido no final do Século XV, o livro mostra como se deu a violenta ocupação do que se tornaria o maior país da América Latina nas terras então incógnitas do Novo Mundo. A partir de documentos originais, são revistos os grandes acontecimentos relacionados ao Descobrimento do Brasil e seus personagens. Entre eles, estão João Ramalho, o desterrado que se amoldou à vida dos índios e fundou uma dinastia de mestiços caçadores de escravos; os jesuítas que aplicaram as diretrizes implacáveis da Inquisição na guerra santa contra uma coalisão de “hereges”, os franceses protestantes e seus aliados canibais; e nativos como Cunhambebe, o “cacique imortal”, líder da resistência indígena, que devorava seus inimigos dizendo que era um “jaguar”. A Conquista do Brasil mostra que o considerado povo do samba, do futebol e do carnaval, na realidade, é herdeiro de uma tradição ambiciosa, cujos sonhos de expansão se espelharam no tamanho do seu imenso território.

Para mais lançamentos acesse o site da Ed. Planeta Livros Brasil

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here