Ed & Lorraine – Demonologistas – Gerald Brittler

2
453

Antes de começar a resenha, devo dizer que sou fascinada por histórias de terror baseadas em fatos reais. O que pode ser verdadeiro mexe muito com o nosso imaginário. E se você for como eu, uma pessoa curiosa e ávida por informações do que realmente aconteceu por trás das histórias contadas na televisão e cinema, precisa ler este livro. Procurei vários adjetivos para definir o Ed & Lorraine – demonologistas, e o mais adequado foi: educativo. Parece um documentário escrito. Eu amei assistir depois os filmes de invocação do mal e saber diferenciar o que é fato e o que é ficção.

 “Se não sabe, vá investigar as descobertas por si mesmo, mas não me venha dizer que não acredita em espíritos. Porque eu vou provar a existência deles para você: na realidade, vou mostrar coisas que acontecem nesse mundo que você não acreditaria que pudessem acontecer!”

 O livro não foi escrito pelo casal, mas por um autor que os acompanhou durante um tempo. As histórias contadas são aquelas que possuíam testemunhas confiáveis, como clérigos devidamente ordenados e policiais e/ou provas documentais (fotos, vídeos ou gravações das vozes). O que é mostrado nos faz refletir sobre o que somos e como nos relacionamos com o desconhecido. Este não é um livro de terror, não é sobre medo e sustos. É sobre vida, morte, fatos e fé.

 “Nunca houve uma pessoa, no passado ou no presente, que pudesse provar a inexistência do sobrenatural”. Ed, entretanto, poderia provar que existe. E ele faz um alerta: o aumento de jogos, brincadeiras e filmes sobre o oculto levam as pessoas a brincar com o que não entendem e podem atrair o que não desejam. E, infelizmente, esse incrível casal não está mais na ativa para nos defender. Ed Warren faleceu em 2006 aos 76 anos. Deixou sua esposa, filha, netos e um museu de objetos sobrenaturais – hoje gerenciado pelo genro. Ele morreu antes de ver seu legado se transformar em sensação mundial. Lorraine Warren já está praticamente aposentada de seus serviços como médium.

 Eu amei esse livro, as histórias contadas e a mensagem passada. E se você é extremamente religioso, saiba que o casal Warren também era, inclusive, eles trabalhavam diretamente com a igreja e muitas vezes à serviço dela. Algo que preciso destacar é a edição da Darkside. É o primeiro livro que compro dessa editora e amei o cuidado e acabamento. Capa dura, imagens, não vi falhas de edição, espessura do papel e até o card com a foto da verdadeira Anabelle são perfeitas. Vale cada centavo que custa. Se todos os livros dele tiverem este mesmo cuidado, gostaria de ter uma prateleira inteira só de Darkside. A editora, o autor e os Warren estão de parabéns.

signature

2 Comentários

  1. Aretha eu tô louco pra ler esse livro, faz tempo que quero e agora lendo a resenha é que vou comprar mesmo, ele e o O exorcista. Já li outro livro do casal, mas é de outra editora e é tipo um documentário em texto, tipo uma coleção dos principais casos que eles resolveram incluindo os que foram retratados em Invocação do Mal 1 e 2. Show sua resenha.

  2. Confesso que nunca li um livro totalmente de terror, mas fiquei curiosa por essa história, sua resenha me deixou bastante entusiasmada. Tenho buscado informações sobre os livros da Darkside e acho lindos, as capas, o cuidado que eles tem com a apresentação do material.

    Parabéns pela resenha.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here