Contos e Crônicas do Absurdo – Ro Mierling

4
790

Contos e Crônicas do Absurdo, como o próprio nome já diz, é sobre situações absurdas que acontecem na vida de muitas pessoas, de muitas famílias e até mesmo na nossa e que muitas vezes passam despercebidas aos olhos desatentos e ocupados das pessoas.

 De primeira esse livrinho me chamou muito a atenção pela capa, uma capa muito bonita, bem elaborada, mas que traz uma história muito absurda por trás (e aqueles que lerem ficarão sabendo de qual história me refiro). É um livrinho pequeno, que pode ser lido em 1 dia, como foi feito por mim, não só por não ser grosso, mas principalmente por atiçar a nossa curiosidade em saber um pouco de cada história contada.

Gostei bastante dessa leitura, pois, de forma sutil, educada, mas bastante direta, a autora tratou temas inquietantes, mas infelizmente muito comuns na nossa sociedade, mas que muitas vezes não percebemos, seja por que estamos muito ocupados para perceber o problema dos outros e mais ocupados ainda para ajuda-los (o que é algo horrível, mas muito recorrente), seja por que não queremos ver ou porque realmente não conseguimos.

 São personagens muito reais, com problemas comuns, situações recorrentes e que de tão recorrentes, encaramos como algo comum, mesmo sendo muitas vezes coisas horríveis. São situações de descaso da família e da própria sociedade que muitas vezes só paramos para perceber quando tomamos um choque de realidade como o causado pela Rô Mierling com esse livro.

 Acredito que todo livro tem uma mensagem a passar e a mensagem recebida as vezes pode até mesmo variar de acordo com o perfil de cada leitor, para mim, a autora quis realmente nos impactar com a realidade que vivemos e que muitas vezes fechamos os olhos, não por maldade, mas sim por essas situações estarem se tornando algo comum. É um livro que trata sobre a realidade nua e crua, mas de uma forma bem tranquila, bem interessante. É o tipo de livro que só paramos quando finalizamos, tamanha capacidade da autora de prender a nossa atenção.

É um livro muito bom para refletirmos os caminhos que a vida nos leva, sobre a responsabilidade que temos tanto com nossas vidas, quanto com as vidas daqueles que nos rodeiam, apesar que as vezes acreditamos que não temos. Vejo também uma certa provocação em relação a ser realista, otimista e não querer enxergar a vida como ela é.

Indico esse livro para quem não tem medo da realidade, não tem medo de enfrentar as armadilhas da vida. Para pessoas que com consciência de que nem tudo na vida são flores, mas que o mais importante é saber que se prender em seu mundinho particular, fugindo da realidade, pode estragar não somente a sua própria vida, como a das outras pessoa também.

 Até breve…

signature

4 Comentários

  1. Amei a resenha, sou doida pra ler ele mas não sei como adquirir. A Rô mencionou que vocês estavam enviando exemplares mediante pagamento do frete, como funciona?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here