Coisas de Menino – Alexandre Braoios

3
945

Um homem em estado terminal. Uma enfermeira atenciosa e dedicada. Um garoto inocente, indefeso. Três pessoas que têm suas vidas cruzadas através de um acontecimento triste, de uma violência sem limites.

Tratar de um tema tão delicado, de forma tão eficiente. Essa é a descrição que pode bem resumir a historia contada em “Coisas de Menino”, primeiro livro do professor Alexandre Braoios, publicado em 2016 pela Editora Illuminare. Possui 267 páginas e uma capa magnífica. A historia é baseada em fatos reais.

Andrea é uma mulher de meia idade. Enfermeira, é eficiente no que faz. Ela está a alguns meses cuidando de Raul, ex-professor de educação física, que foi acometido de ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica). A doença degenera o físico do doente, mas mantém a sua lucidez.

Raul, que sempre foi muito ativo, não suporta a ideia de viver à mercê de outra pessoa para tudo, e por diversas vezes solicita à sua enfermeira que acabe com a vida dele. Andrea sempre responde que jamais o faria. Certo dia, ele diz que precisa contar algo de muita importância, algo que ele necessita compartilhar com alguém, pois não consegue carregar sozinho e também não tem coragem de relatar aos familiares.

O que o antigo professor conta causa um choque à sua ouvinte e muda a opinião que ela até então possuía sobre seu paciente: na sua juventude, Raul abusou sexualmente de uma criança de oito anos, um garoto chamado Piccolo que era seu aluno. O fato ocorrera ali mesmo em Cinco Morros, cidade onde se passa a narrativa.

Os fatos que se sucedem a partir dessa revelação prendem o(a) leitor(a) de forma a desejar  querer logo saber o desfecho. O livro é dividido em três partes, cada uma delas com ênfase em um dos protagonistas. No capítulo onde Piccolo é destacado, é narrada a cena do abuso e todo o sentimento do garoto.  Essa parte dói demais em quem está lendo.

O final da historia me surpreendeu. Era algo que nunca me ocorrera ser possível.

Inevitável a dor não se fazer presente. Todavia, “Coisas de Menino” também é uma historia que nos leva a refletir. Raul pede a Andrea que mantenha segredo. Pode alguém, diante de tamanha crueldade, manter-se calado e quebrar sua promessa feita? Existe perdão para alguém que comete violência bruta dessa forma?

A leitura também reforça um alerta para os pais e mães. Observem o comportamento de seus filhos e filhos. Procurem identificar os sinais de que algo não está bem e não fiquem indiferentes. Não sejam paranoicos, mas mantenham a vigilância sobre com quem suas crianças andam, aonde elas vão, e o que elas fazem. Cuidado é sinal de prudência.

signature

3 Comentários

  1. Olá Renato, fico feliz pela resenha positiva sobre o livro. Realmente foi um tema bastante difícil de tratar, porém, necessário. Procurei abordar o tema de forma muito delicada e fico extremamente feliz que você tenha percebido isso. E como você disse ao final da resenha, o principal objetivo do livro foi servir de alerta para os pais.

  2. Nossa…. Fiquei curiosa para saber o desenrolar dessa história. O livro gira em torno de temas tão profundos, se por um lado fala de uma doença, fala também sobre uma violência tão repugnante como abuso contra uma criança. É difícil imaginar qual o desfecho da história, mas parece ser um bom livro para colocar o leitor para refletir.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here