Cerberus – Entre Cobras e Ursos – Leonardo Monte

0
688

O mundo não é mais o mesmo!!! Com um cenário apocalíptico somos apresentados à Cerberus, a Academia de Caçadores do Brasil. Homens e mulheres são preparados desde pequeninos para se tornarem caçadores e proteger os poucos humanos dos extraplanares, seres demoníacos de outras dimensões que atravessaram em grande quantidade para o nosso mundo. Dotados de pura maldade mordecais, vampiros, banshees e outras criaturas que antes só existiam nas histórias estão vagando pelo mundo.

Neste cenário somos apresentados a Renan, e seus amigos Caio, Mônica, Sebastian, João Pequeno (ou Pequeno) e Ilian. Um grupo de jovens que foram entregues ainda bebes para receberem seus treinamentos. Não é fácil ser aluno da Cerberus, onde apenas os fortes sobrevivem.

Leonardo Monte criou uma das instituições mais interessantes e fantásticas da literatura, não perde em nada para os Institutos da Cassandra Clare e para Hogwarts, da J. K. Dirigida pelo padre Izidro, Cerberus possui regras rígidas que precisam ser seguidas, com os anos os alunos vão descobrindo suas habilidades e se aperfeiçoando; conhecem novos alunos fazendo amizades e por fim nos últimos anos formam-se os bandos. Um Bando é composto por um corso, um armeiro, um padre, um cão de guerra e um artilheiro, cada qual tem um papel fundamental e não pode ser desprezado, para o bando funcionar é preciso ter confiança entre seus membros.  

O autor desenvolveu uma história que a princípio nos faz lembrar de várias outras, mas no decorrer da leitura percebemos o quanto ele conseguiu inserir características únicas fazendo qualquer semelhança ser mera coincidência. O livro é narrado em terceira pessoa, mas alguns capítulos são iniciados com uma pequena narração do Renan, ainda não tinha lido um livro com essa estrutura e achei muito muito legal. Esse não é um livro de linguagem leve, com alguns palavrões e cenas de violência algumas partes podem parecer estranha para um leitor que não está acostumado, os personagens beiram os 11 e 12 anos e nessa idade já são praticamente adultos, tendo responsabilidades e atitudes próprias de adultos. Se você leu Game of Thrones e gosta de livros nesse estilo ira amar Cerberus.

A história segue um ritmo com começo, meio e fim, não existe enrolação na narrativa e todos os personagens foram bem construídos, com personalidades, linguajar e comportamentos próprios e únicos. É impossível não se envolver com o livro e torcer pelos nossos alunos, apesar do clima aparentemente pesado o livro tem algumas tiradas cômicas de arrancar gargalhadas. Classifico Cerberus – Entre Cobras e Ursos e Cerberus como um livro tenso, aterrorizante e perigosamente adorável, você não vai querer parar de ler e terá a certeza que esse livro precisa virar um best-seller com urgência. Todos os fãs de fantasia e principalmente fantasia nacional irão amar. O único ponto negativo foi a revisão do livro que deixou a desejar, sorte nossa que o autor é bom e a história também. Livro lido e resenhado em parceria com o Arca Literária.

Resenha de Jessica Rodrigues, resenhista parceira do Arca Literária

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here