As Eternas Manhãs e o despertar de um poeta – Francisco Borges Pereira

1
631

As Eternas Manhãs e o despertar de um poeta é uma publicação da Rumo Editorial, lançada no ano de 2014, com 144 páginas. Foi escrita pelo mineiro Francisco Borges Pereira. Bonita capa. Diagramação bem feita.

Alguém já disse que “escrever é lutar com as palavras”. Sem dúvidas, quem se dispõe a trazer vida aos seus sentimentos, emoções e inspirações através da escrita possui a tarefa nada fácil de transportar tais sentimentos à sua própria compreensão e também daqueles com os quais deseja compartilhar.

Neste livro, observamos que o autor traz muito de suas vivências, de suas experiências, de suas paixões. Apresenta características que podem ser definidas como fruto de sua vida de homem do interior. Por isso ele reforça que é “um trabalho inédito calcado no dia a dia de um homem comum, de origem interiorana e, por isso, muito pura no seu relacionamento com os semelhantes!”

O livro é bem diverso. Não apresenta apenas uma ou duas linhas de pensamento. Os temas não estão agrupados, o que nos permite transitar por variadas esferas alternadamente. Eu gosto disso!

Sentimentos conflitantes, tão comuns entre os poetas, e que podem de forma intensa abalar a estima de qualquer pessoa são observados em textos como “Angústia” e “Infinita Ilusão”.

A valorização e a admiração da alma feminina, seus atributos sendo destacados e enaltecidos, são alguns dos elementos que compõem o texto de poemas como “Mulher” e “Moça”.

O amor, talvez o mais nobre dos sentimentos não poderia ficar de fora. São vários os textos no livro que exalta o tema. Destaco “Inspiração” e “Soneto de Amor”.

A natureza e seus encantos, que nos provocam muita inspiração servem de plano de fundo para o autor nos presentear com poemas, tais como “Sonhos de Primavera” e “As Ondas do Mar”.

Lembranças. Quem não as tem? As recordações, verdade que nem sempre as melhores, nos acompanham por toda a nossa existência. Vemos isso em “Saudades da Minha Terra” e “Sonhos de uma Noite”.

signature

Um comentário

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here