Angelus: Anjo ou Demônio? – Kilze Guimarães

1
636

Sinopse:  Esse é um questionamento pessoal. Ele se veste de preto, necessita da noite e vive só; um eremita do século XXI. Não se lembra dos seus últimos sonhos, não se reconhece em meio a tantas mudanças e transformações. O seu tempo já não passa. Qual o sentido de sua existência? Em meio a esse dilema ele conhece Ariadne (uma deusa da beleza), que lhe apresenta a vida de uma maneira jamais vista, e a sedutora Belona, sua curiosidade aumenta, suas dúvidas também. No seu caminho já não existe lugar para pesadelos, e sim, sonhos. Desbravar o desconhecido passa a ser sua obrigação e seu futuro. Sálomos o escolhe para treinar e isso inevitavelmente o levará a encontrar Vladimir Dracul (antigo pupilo de Sálomos), o Senhor das Trevas. O mundo dos vampiros jamais será o mesmo. Os mitos acerca deles serão desvendados, esse universo paralelo ao nosso será revelado. Seus conceitos, sua ética, seus códigos. Trevas e luz se enfrentarão e no âmago de tudo uma profecia que amarra o destino de duas raças: a dos humanos e a dos vampiros. Angelus aprende que sua vida é parte desse mistério, que ele é o elo entre esses dois mundos e que sua missão é aprender o que puder antes que seja tarde!


Resenha:

O livro tem como personagem central: Angelus, que se veste de preto, necessita da noite para sua existência e vive só no mundo, como se fosse um eremita do nosso tempo. O seu tempo já não passa e ele fica perdido em seus pensamentos e devaneios. Ele questiona-se constantemente qual o sentido de sua existência e em meio a esse dilema, ele conhece a bela Ariadne e a sedutora Belona.

Temos uma trama também entre Sálomos, que o levará a encontrar Vladimir Dracul, o Senhor das Trevas. Há o desenrolar de uma história em um universo paralelo ao nosso. Trevas e luz se enfrentarão e no centro de tudo, há uma profecia que amarra o destino de duas raças: a dos humanos e a dos vampiros. Angelus é parte desse mistério todo e o livro se desenrola como a maioria dos livros do gênero.

Há uma tentativa de ir na onda literária de livros com vampiros e seres míticos, mas infelizmente, ele peca um pouco por deixar algumas lacunas e o leitor pode ficar um pouco perdido. Apesar de deixar a desejar em alguns aspectos, não deixa de ser uma boa opção para leitores iniciantes e em busca de uma breve história com seres sobrenaturais e uma dose de romance.

É um livro leve, simples, sem muito preciosismo literário, com uma linguagem direta e objetiva e para quem gosta desse tipo de temática, certamente vai gostar desse livro que de fácil leitura.

Um comentário

  1. Na verdade Mhorgana este livro foi escrito antes da “onda literária de livros de vampiro”. O conclui em 2008 mas só consegui publicar em 2014.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here