Amanda Luna DeCarvell

2
689

 

  1. ale-nos um pouco de você.

Bom, tenho 35 anos, sempre fui interessada pelo mundo das artes, já quis ser bailarina, mas nunca tive oportunidade, já quis ser cantora, mas tive problemas nas cordas vocais. Então, como desde os cinco anos, inventava histórias, percebi que podia levar isso adiante e hoje, não consigo viver sem o mundo da literatura. Com uns 15 anos, decidi que queria ser escritora e em 2015, lancei meu primeiro livro, “A Princesa Corsária”, um romance histórico.

  1. O que vc fazia/faz além de escrever? De onde veio a inspiração para a escrita?

Eu costumo pintar quadros e ainda canto, mas a literatura, é minha paixão. Na verdade, a inspiração para a escrita, não surgiu através de livros primeiramente, veio pelo interesse por filmes. Eu costumava assistir filmes de todos os gêneros e quando algo não saia do meu agrado, antes de dormir, inventava novas cenas e novos finais, foi assim que surgiu meu amor pela literatura.

  1. Qual a melhor coisa em escrever?

Inventar um mundo que na sua mente, passa a ser real, que as pessoas lerão e poderão gostar, escrever uma história, que poderá tocar uma pessoa e trará uma lição de vida, às vezes.

  1. Você tem um cantinho especial para escrever? 

Eu escrevo no notebook, na frente do computador ou pelo celular, mas comumente, me sinto melhor diante do computador.

  1. Qual seu gênero literário? Já tentou passear em outros gêneros?

Escrevo todos os gêneros literários, apesar do meu primeiro ser focado em Romance Histórico, gosto de gêneros históricos e de gêneros de fantasia, que são meus estilos favoritos.

  1. Fale-nos um pouco sobre seu(s) livro(s). Onde encontra inspiração para título e nomes dos personagens?

Meu primeiro livro, a ideia veio de um sonho, com relação à títulos e nomes de personagens, costumo escolher algo que me agrade, procuro em dicionários ou pesquiso no Google, aquilo que acho que combine com meu livro, eu uso.

  1. Qual tipo de pesquisa você faz para criar o “universo” do livro?

Para romances de época ou romances históricos, costumo ler biografias, livros sobre os assuntos discutidos na trama, procuro no Google, essas coisas, para livros de outros gêneros, dependendo do que vou discutir, faço uma pesquisa mais minuciosa.

  1. Você se inspira em algum autor ou livros para escrever?

Os primeiros livros que li e me marcaram, foram os romances de banca da Barbara Cartland, nunca tive preconceito com essa literatura dita cor-de-rosa, por quê, foi através disso, que comecei a ler e tudo depois, por isso, minha principal inspiração é Barbara Cartland.

  1. Você já teve dificuldade em publicar algum livro? Teve algum livro que não conseguiu ser publicado?

Tive sim, já procurei algumas editoras, que não estavam recebendo livros, por quê, costumo mandar email, para evitar de mandar e simplesmente descartarem, tive um livro aceito por uma editora renomada, mas não pude publicar, infelizmente, devido os custos altos.

  1. O que você acha do novo cenário da literatura nacional?

Eu acho que a literatura nacional está se abrindo muito, temos um grande leque de autores novos despontando, mas ainda tem que haver um espaço maior, por quê, algumas pessoas ainda tem dificuldades de publicar seu trabalho.

  1. Recentemente surgiram vários pessoas lançando livros nacionais, uns são muito bons, outros nem tanto, outros são até desesperadores, o que você acha sobre este boom?

Eu acho ótimo esse boom, por quê, apesar de tudo, o leitor tem a oportunidade de escolher que estilo mais interessa naquele momento ou qual aprecia mais ler, devido a grandes variedades de livros publicados.

  1. Qual sua opinião sobre os preços elevados dos livros nacionais?

Infelizmente, muita coisa ainda deve ser mudada, para que os preços abaixem e as pessoas tenham mais acesso aos livros nacionais, mas temos várias opções de sebos virtuais e físicos, que vendem livros usados, às vezes, até livros novos, por preços baratos, vale a pena.

  1. Qual livro você falaria: “queria ter tido esta ideia”?

Um livrinho de banca chamado Malícia de Mulher, da Barbara Cartland.

  1. Se tivesse que escolher uma trilha sonora para seus livros qual seria? (nome da musica + cantor)

The Glory of Love do Peter Cetera, para todos os livros, e acho que todas do mesmo cantor, não existe uma única música que não goste desse artista.

  1. Já leu algum livro que tenha considerado “o livro de sua vida”?

Já li vários livros, mas não tenho como dizer que tal livro, tenha sido o livro da minha vida, por quê, todos me marcam de vários modos, impossível escolher.

  1. Você tem novos projetos em mente? Se sim, pode falar sobre eles?

Tenho vários projetos, estou escrevendo uma Série Erótica, com uma amiga, além de um livro maravilhoso, com uma amiga chamada Weenny, que comecei a ser beta, mas terminei sendo convidada para escrever também, um livro em homenagem ao cantor Peter Cetera, com outra amiga chamada Anytha, além de outros livros, que pretendo postar no Wattpad.

  1. Você acompanha as críticas feitas por blogueiros nas redes sociais? O que você acha sobre isso?

Acompanho sim, acho ótima críticas construtivas, que forem para elevar o trabalho do escritor, além disso, acho muito importante o trabalho dos blogueiros, por quê, sou blogueira também e sei que a interação entre blogueiro e escritor é interessante.

  1. Se pudesse escolher um leitor para seu livro (escritor, alguém que admire) quem seria?

Peter Cetera, por quê, todos os meus heróis são inspirados nele.

  1. Qual a maior alegria para um escritor?

Acho, que além de publicar, ser lido e dizerem que amaram seu trabalho, dando valor ao seu empenho na escrita.

  1. Deixe uma mensagem a nossos leitores e para aqueles que estejam iniciando no mundo da escrita literária.

Leitores, se vocês gostam de determinados livros ou determinados escritores, fale de seu trabalho para os outros, procure deixar a pessoa saber, por quê, às vezes, algum escritor pode estar precisando de uma palavra dessas para continuar escrevendo. Escritores, não desistam de seus sonhos, por mais difícil que possa parecer, o mercado está se abrindo e vocês podem encontrar seu espaço, existem vários meios de divulgar seu trabalho, como grupos ou o próprio Wattpad, onde comecei, interajam com seus leitores e sejam gratos à quem valoriza sua escrita.

2 Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here