Ágata – Emília Lima

0
647

Sinopse: Ágata é uma obra de ficção, ambientada em Portugal e na Bahia no final do Séc. XVI e início do Séc. XVII, e conta a história de Ágata Cirilo, personagem principal do livro e das mudanças que a vida impõe a ela, fazendo-a escolher entre ser uma pessoa melhor ou continuar em uma vida vazia.
Ágata é uma personagem temperamental e egoísta até se apaixonar por um homem totalmente diferente dela. Alberto é um homem que vive uma vida muito simples, e que não pretende mudar, nem mesmo por um grande amor.
Este livro fala sobre a força do amor e o quanto ele é a coisa mais importante na vida de uma pessoa. Quando ele aparece na nossa vida, nada nem ninguém são capazes de detê-lo. O amor verdadeiro pode mudar completamente uma pessoa


Resenha: Ágata veio para o Brasil ao 14 anos. Ela queria muito ter ficado com uma tia em Lisboa, mas seus pais não deixaram. Ela sempre foi uma garota espevitada e sonhava em um dia voltar para Portugal.

Até que aos 19 anos ela vai a uma festa e conhece o Conde de Bosco, uma homem bem mais velho, mas que proporcionaria o que tanto ela desejava que era voltar para Portugal. Então ela se afasta da família e vai para a Europa. Chegando lá ela reencontra o grande amor da vida de sua irmã Alina e faz de tudo até que eles se tornam amantes, mas isso não dura muito tempo, pois Pedro a abandona.

 Passado alguma tempo o seu marido falece e ela volta para o Brasil. Seu objetivo é infernizar a vida de sua irmã Alina. Mas graças a Deus ela não consegue e se sentindo entediada ela vai para casa de sua irmã Clara e lá ela conhece Alberto, amigo de seu cunhado. Ele se torna uma obsessão para ela e é aí que a história dos dois começa.

 Eu tive o prazer de ler o primeiro livro da série que é Alina e fiquei encantada pelos irmãos Luiz Segundo, Clara, Miguel, Alina e Ágata. Eles são uma família linda, mas em todo família tem a ovelha negra e Ágata é ela. Fiquei com tanta raiva quando ela tentou minar o amor de Alina e Pedro. Como uma irmã pode fazer isso? Não gostei dela logo de cara, mas conforme a história via correndo vemos uma outra Ágata nascendo.

 Alberto é um homem viril, inteligente e de pulso firme. É ele que vai colocar a Ágata no caminho do bem. O amor deles vai acontecendo de uma forma tão linda, que fiquei muito emocionada no final.

 Adorei a capa do livro é bem condizente com a história. A diagramação é simples, mas linda. As folhas são amareladas e a fonte do tamanho certo, perfeito para leitura. E teve alguns erros de ortografia, mas nada que atrapalhe o desenvolvimento da história.

 Livro super recomendado para quem gosta de romance de época, com uma história de amor e regeneração.

 Resenha de Suelen Fernandes, resenhista do Arca Literária e do blog Era Uma Vez o Livro

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here