A Noiva Fantasma – Yangsze Choo

1
842

Sinopse: Certa noite, meu pai me perguntou se eu gostaria de me tornar uma noiva fantasma…

1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas um detalhe: seu noivo está morto.

A Noiva Fantasma é o surpreendente romance de estreia de Yangsze Choo, a escritora de ascendência oriental que está encantando fãs por todo o mundo.

Por mais fantásticas que pareçam, as noivas fantasmas ainda resistem até hoje em parte da cultura asiática. A prática, que chegou a ser banida por Mao Tsé-Tung durante a Revolução Cultural, foi muito frequente na China e na Malaia (hoje Malásia) no final do século XIX. O casamento era usado para tranquilizar um espírito inquieto, e garantir um lar e estabilidade para as mulheres que diziam sim a maridos já falecidos. É claro que elas tinham um preço alto a pagar, e com Li Lan não seria diferente.

Evocando obras como Lugar Nenhum, de Neil Gaiman, essa obra é uma história impressionante sobre o amor sobrenatural e sobre o amadurecimento, escrita por uma extraordinária nova voz da ficção contemporânea.


Resenha:

Sou apaixonada por Doramas, mas o que é um Dorama?

É a definição de série de Tv oriental, que podem ser J-Drama (drama japonês), K-Drama (drama coreano), TW-Drama (drama taiwanês), C-Drama (drama chinês) e até mesmo os Live-Action (filmes com pessoas reais quando um mangá ou anime faz sucesso).

Quando comecei a ler a noiva fantasma eu senti que estava entrando em ambiente muito familiar. A trama é simples e ao mesmo tempo complexa, cheia de reviravoltas e descobertas emocionantes. Meu compromisso com o livro era todo dia pela manhã das seis e meia até as oito horas. Tempo que levo pra chegar ao trabalho. Imaginem minha ansiedade pelas manhãs? Enorme.

A cada página me envolvi um pouco mais com a história de Li Lan, que quer dizer Orquídea Bela. Tudo começa quando Li Lan é convencida a fazer um casamento fantasma para sair da falência. O noivo está morto, mas ela é mantida com todas as honras da noiva.

Tudo bem até ai. As coisas se complicam quando o noivo começa a aparecer para Li Lan e exigir seus direitos. Ela esta presa a uma teia de eventos completamente fora de seu conhecimento e com ramificações no mundo dos mortos.

Calma, não fique preocupado, ou preocupada, em entender as minúcias da cultura Asiática, a escritora Yangsze Choo conseguiu deixar tudo muito bem explicado e sem tomar o tempo do leitor. Senti-me assistindo um dorama de primeira! Quero muito que esse livro vá para as telas do cinema. É perfeito. Li Lan é engraçada, corajosa, inteligente e uma boa companhia ao longo das 398 páginas.

As aventuras de Li Lan tentando entender a família de seu noivo e até mesmo o passado de sua mãe e pai nos levam para o mundo dos fantasmas e a compreender como outra cultura vê a morte e suas complicações.

Os personagens são encantadores, chatos quando tem de ser e misteriosos como Er Lang, prestem atenção nesse nome e leiam com atenção toda e qualquer informação sobre esse personagem. Ele tem muito a oferecer.

A história se passa em Malaia, hoje Malásia, no fim do século XIX. Peguei-me pensando em coisas de minha infância, dos meus antepassados, nos que estão ao meu lado, os que já se foram. Todo livro por mais cheio de fantasia, passa um sentimento ao leitor. Esse passa que nossas escolhas ecoam no presente, no passado e no futuro. Acreditar em si mesmo e viver uma boa vida aproveitando cada minuto dela o melhor possível.

A trama é bem estruturada, a ação chega no momento certo, e até nas últimas páginas existem novas surpresas. O livro é perfeito. Li em E-Book, mas vou adquirir a versão física, ele entrou para minha coleção de preferidos.

Admiro a cultura Oriental e Asiática pela beleza, as tradições, a leveza e o drama contido em cada novo enredo. Recomendo o livro à Noiva Fantasma para todos que gostam de aventura e um bom romance. Quando o livro terminou eu queria mais, certamente lerei um próximo da autora.

Resenha de Nazarethe Fonseca, resenhista do Arca Literária

Um comentário

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here